Você está aqui Mundo Educação Artes Artesanato
Artesanato
Peças de artesanato
O artesanato consiste no próprio trabalho manual ou criação de um artesão. Com a mecanização da indústria, o artesão é visto como aquele que produz objetos que fazem parte da cultura popular. Geralmente os objetos utilitários ou decorativos que são feitos, possuem em sua estética características da cultura da comunidade ou da região onde são criados.

Por tradição, o artesanato é a produção de especificidade familiar, onde o artesão é o proprietário dos meios de produção e trabalha em conjunto com a família em sua própria casa.

Os primeiros objetos feitos pelo homem eram artesanais. No período neolítico (6.000 a.C.) o homem aprendeu a polir a pedra, a fabricar a cerâmica como utensílio para armazenar e cozer alimentos, e descobriu a técnica de tecelagem das fibras animais e vegetais.

Historicamente o artesão é responsável pela seleção da matéria-prima a ser usada, pelo projeto do produto a ser executado, transformação da matéria-prima em produto acabado.

As técnicas do artesanato brasileiro que se sobressaem são a cerâmica, as rendas, a cestaria, a tecelagem e os trabalhos em madeira, pedra e couro. A cerâmica utiliza dois ingredientes básicos: argila e água. A partir disso se fabrica vasos, louças, imagens de santos, bonecas e figuras de bichos.

A cestaria é feita com fibras vegetais, como o buriti, a carnaúba, a piaçava e o babaçu. As técnicas do artesanato que receberam forte influência indígena são comumente encontradas nos estados do Ceará, Piauí, Maranhão, Bahia, Rio Grande do Norte, Tocantins, Roraima e Amazonas.

O trabalho com a madeira é muito empregado pelos santeiros de Ibimirim (PE) e de várias cidades do Piauí que aplicaram um estilo próprio para representar cenas religiosas.

Assuntos Relacionados