Baunilha

A baunilha é uma orquídea muito apreciada por sua essência, que é usada na indústria de cosméticos e de alimentos.

Baunilha
Os frutos pouco atraentes de Vanilla escondem um sabor inigualável

A baunilha é uma planta herbácea da família Orchidaceae, tribo Vanillinae e gênero Vanilla, que apresenta hábito trepador e é perene. Existem cerca de 100 espécies do gênero, mas apenas algumas delas são utilizadas na indústria de alimentos e cosméticos. A principal espécie cultivada, conhecida por sua qualidade na preparação de alguns alimentos, é a Vanilla planifolia.

As espécies do gênero Vanilla são as únicas orquídeas cultivadas com o objetivo de aromatizar alimentos, todas as outras possuem interesse apenas ornamental. Além de seu uso como aromatizante de chocolates, sorvetes, doces e algumas bebidas, a essência de baunilha também é usada em cremes, sabonetes e perfumes.

As espécies de baunilha são nativas das florestas do México e América Central e espalharam-se pelo mundo quando o último líder asteca presenteou os espanhóis com as sementes secas de Vanilla planifolia. Desde então, a essência começou a ser extraída e tornou-se conhecida mundialmente. Estima-se que o consumo anual de baunilha no mundo chegue a 5,5 milhões de toneladas.

A baunilha é uma espécie que vive bem em clima tropical quente e úmido. Um período de seca de cerca de trinta dias é essencial para o aparecimento de flores. O período médio para que ocorra a primeira floração é de dois anos. Essa planta necessita de sombra, não podendo, portanto, ser cultivada em áreas abertas. Hoje o maior produtor de baunilha é Madagascar, seguido de Indonésia, China e México.

A baunilha possui cerca de 250 substâncias ativas, das quais se destaca a vanilina, um aldeído que confere o seu aroma característico. Esse componente varia em concentração de espécie para espécie e também de acordo com o local de cultivo da planta. Como dito anteriormente, a espécie Vanilla planifolia é a que apresenta valores mais elevados dessa substância, sendo, portanto, a mais cultivada.

A essência é extraída dos frutos, que são cápsulas alongadas, também chamadas de vagens ou favas, que apresentam cerca de 20 cm de comprimento e 3 cm de espessura. Para obter a essência, os frutos sofrem um processo de cura delicado, que pode durar até dois meses. Isso faz com que o preço do produto seja bastante elevado.

Além do processo demorado para a obtenção da essência, é importante destacar a dificuldade de formação dos frutos. Como nas muitas áreas em que a baunilha é cultivada não são encontrados polinizadores naturais, a fecundação deve ser feita manualmente através de um palito de bambu ou fósforo.

Curiosidade: Atualmente são produzidos aromatizantes sintéticos de baunilha, derivados de liquores de sulfito, que pouco se diferem da natural. Apesar da semelhança, testes sempre revelam a preferência da população pela natural.

Assuntos Relacionados