Você está aqui Mundo Educação Biologia Genética Determinação do sexo das abelhas

Determinação do sexo das abelhas

A determinação do sexo das abelhas é feita pela abelha-rainha, que controla os ovos que serão ou não fecundados.

Determinação do sexo das abelhas
A abelha-rainha determina o nascimento de indivíduos machos ou fêmeas

Na espécie humana, a determinação do sexo é relativamente simples. Caso um ovócito seja fecundado por um espermatozoide com cromossomo X, uma menina desenvolver-se-á. Caso o espermatozoide a fecundar o ovócito possua o cromossomo Y, a criança será do sexo masculino. Nas abelhas, o processo não é tão simples, pois é regulado exclusivamente pela abelha-rainha.

O que é a partenogênese?

Partenogênese é um processo de reprodução assexuada em que o embrião desenvolve-se sem que seja necessária a fertilização do gameta feminino pelo gameta masculino. Esse processo ocorre com maior frequência em invertebrados, entretanto, pode acontecer também em vertebrados, como alguns répteis e peixes.

Como ocorre a determinação do sexo das abelhas?

Para entender a determinação do sexo das abelhas, é preciso compreender o seu processo de reprodução. Inicialmente a abelha rainha acasala-se com alguns zangões. Os espermatozoides liberados pelos zangões são lançados na espermateca e, a partir daí, a rainha determinará quais ovos serão fecundados e quais não serão.

No momento de lançar seus ovos para a fertilização, a abelha observa os alvéolos da colmeia e analisa o local onde se desenvolverão fêmeas e zangões. Os zangões são colocados em alvéolos maiores, enquanto as fêmeas ficam em alvéolos menores. Dependendo do alimento que as abelhas receberem, poderão tornar-se rainhas ou operárias.

Quando a abelha chega a um alvéolo de diâmetro adequado para uma fêmea, ela introduz o abdômen e espreme a espermateca para que os espermatozoides fecundem o ovo. Ao encontrar um alvéolo adequado para abrigar os zangões, ela introduz o abdômen e simplesmente deposita um ovo não fecundado, não contraindo, nesse momento, sua espermateca. Diante disso, podemos perceber que os zangões são indivíduos haploides, com cromossomos proveniente exclusivamente da abelha-rainha. Já as fêmeas são diploides, pois são resultados da união de gametas.

Cerca de três dias após a postura, eclode uma larva esbranquiçada e de formato vermiforme. Até se tornar adulto, a larva passará ainda pela fase de pré-pupa e pupa. O período de cada uma dessas fases é diferente para as rainhas, operárias e zangões.

Assuntos Relacionados