Você está aqui Mundo Educação Biologia Genética Importância do Fator Rh

Importância do Fator Rh

Importância do Fator Rh
O sinal de (+) ou (-) ao lado do tipo sanguíneo representa o fator Rh

O fator Rh, assim como o sistema ABO, foi descoberto pelo médico Karl Landsteiner com a colaboração do também médico Alex Wiener no ano de 1940. Essa descoberta se deu a partir de pesquisas feitas com macacos do gênero Rhesus. Durante as pesquisas, os médicos observaram que quando o sangue do macaco era colocado em contato com amostras de sangue humano, 85% dessas amostras se aglutinavam, enquanto que nos 15% restante não ocorria nada. Diante disso, concluiu-se que as hemácias do macaco Rhesus apresentavam um antígeno, também chamado de aglutinogênio, que eles batizaram de fator Rh. Ao entrar em contato com esse antígeno, o corpo respondia produzindo um anticorpo ou aglutinina, que os pesquisadores chamaram de anti-Rh, para combater esse antígeno.

Após essas primeiras amostras, os pesquisadores colheram o sangue de diversas outras pessoas. Todas as pessoas cujas hemácias se aglutinavam quando eram colocadas em contato com o anticorpo anti-Rh foram chamadas de Rh positivas ou Rh+, indicando que as hemácias dessas pessoas apresentavam o fator Rh como o encontrado nos macacos Rhesus. Já as pessoas cujas hemácias não se aglutinavam quando colocadas em contato com o anti-Rh foram chamadas de Rh negativas ou Rh-, indicando que elas não possuíam o fator Rh em suas hemácias.

Uma pessoa Rh+ que recebe sangue Rh- não terá a aglutinação de suas hemácias, pois o portador do sangue Rh+ não tem o anticorpo anti-Rh em seu sangue. Mas é muito importante lembrar que uma vez em contato com esse antígeno, o corpo responderá produzindo anticorpos. Se essa pessoa Rh+ receber novamente o sangue Rh-, seu organismo poderá desencadear um processo de aglutinação das hemácias muito perigoso e até fatal. Isso ocorre em uma doença chamada de Eritroblastose fetal, também conhecida como doença hemolítica do recém-nascido.

Olhando do ponto de vista genético, a determinação do fator Rh é condicionada por dois alelos, R (dominante) e r (recessivo), sendo que os genótipos RR e Rr definem a presença do fator Rh em suas hemácias, sendo essas pessoas Rh+. Se o genótipo de uma pessoa for rr, quer dizer que essa pessoa não apresenta fator Rh em suas hemácias, sendo ela Rh-.

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados