Floema

O floema é um tecido vascular complexo que, diferentemente do xilema, apresenta células vivas na maturidade.

Floema
O floema é um tecido de condução dos vegetais

O floema, assim como o xilema, é um tecido complexo, sendo formado por diferentes tipos celulares. Seu papel principal é conduzir substâncias orgânicas pelo interior do corpo vegetal. Entre as substâncias transportadas, podemos citar a sacarose, lipídios, ácidos nucleicos, vitaminas e hormônios. Em virtude dessa capacidade de transporte, o floema é considerado um tecido vascular.

Origem do floema

O floema pode ser do tipo primário ou secundário a depender de sua forma de origem. O floema é dito primário quando se origina do procâmbio (tecido meristemático primário). O floema secundário, por sua vez, é originado a partir do câmbio vascular (meristema secundário ou lateral).

A diferença entre o floema primário e secundário, além de sua origem, está relacionada com sua organização. O floema primário organiza-se apenas no sistema axial (vertical), enquanto o floema secundário possui um sistema radial (horizontal) e um sistema axial.

Principais características do floema

Como já salientado, o floema é um tecido complexo, sendo constituído por elementos crivados, células parenquimáticas, fibras e esclereides. Os elementos crivados são as células especializadas na condução de substâncias e podem ser de dois tipos: células crivadas e elementos do tubo crivado. Essas células estão vivas na maturidade, mas são anucleadas, e possuem áreas crivadas, ou seja, regiões ricas em poros que permitem a comunicação entre um citoplasma e outro.

As células crivadas são células longas que possuem áreas crivadas por toda a sua extensão. Essas células ocorrem principalmente em pteridófitas e gimnospermas. Os elementos do tubo crivado, por sua vez, são células curtas que apresentam placas crivadas, que são áreas crivadas especializadas com poros maiores. Essas placas estão localizadas nas paredes terminais, enquanto as paredes laterais apresentam, normalmente, áreas crivadas. Os elementos do tubo crivado apresentam-se unidos pelas paredes terminais.

Além dos elementos crivados, as células parenquimáticas do floema também merecem destaque, principalmente as células companheiras. Esse tipo celular está intimamente ligado aos elementos do tubo crivado e parece comandar algumas atividades exercidas por esse elemento. Existem ainda outros tipos de células parenquimáticas, as quais não são especializadas e normalmente são observadas acumulando substâncias.

Curiosidade: Você sabia que vários vírus que afetam plantas são transportados via floema?

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados