Você está aqui Mundo Educação Biologia Genética
Genética
Gregor Mendel: o
A Genética é a área da Biologia responsável pelo estudo da hereditariedade: a transmissão de características de pais para filhos, ao longo das gerações. Muito se especulava acerca desse fato, como a hipótese da pangênese, de Hipócrates; a teoria da pré-formação, defendida por Spallanzani, Leeuwenhoek e diversos outros pesquisadores; e a teoria da epigênese, de Caspar Friedrich Wolff.

Entretanto, a figura mais notável no que se diz respeito ao advento dessa ciência, tal como vemos hoje, foi o monge Gregor Mendel que, durante muito tempo, pesquisou o processo de transmissão de caracteres entre diversas gerações de ervilhas (Pisum sativum), e concluiu que este se dava por meio de partículas, ou fatores, encontrados nos gametas. Atualmente reconhecidas como genes, essas “partículas” se encontram nos cromossomos, mais precisamente no DNA.

As ideias de Mendel não receberam a devida importância na época, sendo redescobertas mais de quinze anos após a sua morte por três pesquisadores que chegaram às mesmas conclusões que ele, e descobriram que estas não eram inéditas. São eles o holandês Hugo de Vries, o alemão Carl Erich Correns e o austríaco Erich von Tschermark-Seysenegg.

Apesar de não reconhecer todos os tipos de herança genética, Mendel representou um marco para essa ciência, uma vez que concluiu determinadas leis da natureza sem ao menos saber da existência dos cromossomos e desconhecer os processos de divisão celular. Além disso, seus estudos foram pontos de partida para se compreender os métodos de se estudar a Genética.

Abaixo, alguns conceitos essenciais para o estudo dessa matéria:

- Caráter: característica de um indivíduo ou grupo que se deseja analisar, como cor dos pelos, grupo sanguíneo, determinada doença genética, etc.

- Genótipo: conjunto de genes do indivíduo.

- Fenótipo: manifestação morfológica e/ou funcional do genótipo, associada ao fator ambiental (alimentação, exposição ao sol, etc.).

- Geração parental (P): primeira geração de um cruzamento. A primeira geração resultante desse cruzamento é a F1, a segunda, F2, e assim sucessivamente.

- Lócus gênico: posição de um gene no cromossomo.

- Alelos: dois genes situados no mesmo lócus.

- Homozigose: alelos iguais.

- Heterozigose: alelos diferentes.

- Heredograma: esquema gráfico que, por meio de símbolos, representa os indivíduos e relações de parentesco da família que se deseja estudar.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Artigos de "Genética"