Você está aqui Mundo Educação Biologia Fisiologia Neurotransmissor

Neurotransmissor

Um neurotransmissor pode ser definido como um mensageiro químico que é liberado pelos neurônios. Essa molécula garante que a informação seja levada a uma célula receptora.

Neurotransmissor
Os neurotransmissores são importantes para a propagação do impulso nervoso

Os neurotransmissores são importantes moléculas produzidas e liberadas por neurônios, encontradas geralmente em vesículas pré-sinápticas neuronais. Essas substâncias químicas apresentam papel fundamental no funcionamento do sistema nervoso.

→ Mecanismo de ação dos neurotransmissores

Os neurotransmissores são sintetizados nos neurônios e armazenados em vesículas neuronais. Quando o impulso nervoso chega até os locais onde estão os neurotransmissores, essas moléculas são liberadas por exocitose e caem na fenda sináptica. Essa fenda é um espaço situado entre a membrana pré-sináptica (membrana que libera os neurotransmissores) e a membrana pós-sináptica (membrana da célula vizinha).

Os neurotransmissores interagem, então, com as membranas pós-sinápticas e são reconhecidos por receptores altamente específicos. Uma porção dos neurotransmissores pode ser reaproveitada pelo neurônio responsável pela sua síntese ou ser rearmazenada nesse mesmo neurônio. A liberação dos neurotransmissores, bem como sua captura por outras células, garante a transmissão do impulso nervoso.

Podemos classificar os neurotransmissores em dois tipos: aqueles que promovem respostas excitatórias e aqueles que produzem respostas inibitórias.

  • Excitatórios: esses neurônios provocam a despolarização da membrana pós-sinápticas.

  • Inibitórios: esses neurônios promovem a hiperpolarização da membrana pós-sinápticas.

→ Alguns exemplos de neurotransmissores

Existem alguns importantes exemplos de neurotransmissores. A seguir, listamos alguns deles:

  • Acetilcolina: A função desse neurotransmissor é estimular a propagação dos impulsos nervosos das células nervosas para células motoras e músculos esqueléticos. Essa molécula está relacionada com o controle do tônus muscular, aprendizado e performance sexual. Esse neurotransmissor destaca-se ainda por ser encontrado em grande quantidade no organismo e ter sido o primeiro a ser descoberto.

  • Endorfina: Esse neurotransmissor relaciona-se com sentimentos como euforia e êxtase. Esse neurotransmissor atua também aliviando a sensação de dor e reduzindo o estresse.

  • Dopamina: A função da dopamina está relacionada com o local onde ela atua. Assim como a endorfina, essa molécula também está relacionada com a euforia e, além disso, apresenta relação com a execução de movimentos suaves e regulação das informações advindas das diferentes partes do cérebro.

  • Serotonina: Esse neurotransmissor relaciona-se, por exemplo, com estímulos dos batimentos cardíacos, regulação dos níveis de humor e início do sono. Os medicamentos que tratam depressão buscam aumentar os níveis de serotonina, portanto, podemos dizer que esse neurotransmissor é importante na luta contra esse distúrbio mental.

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados