Você está aqui Mundo Educação Biologia Genética Quadro de Punnett

Quadro de Punnett

O quadro de Punnett foi criado por Reginald Crundall Punnett e é uma boa ferramenta para determinar os genótipos esperados em um cruzamento.

Quadro de Punnett
A Genética permite a avaliação dos possíveis genótipos em um cruzamento

O quadro de Punnett é, sem dúvidas, uma das principais ferramentas para descobrir os genótipos esperados para um cruzamento. Ele foi criado pelo geneticista inglês Reginald Crundall Punnett (1875-1967) e nada mais é do que uma tabela em que separamos os possíveis gametas de um indivíduo e realizamos as possíveis combinações entre eles.

Construção do quadro de Punnet

Para montar um quadro de Punnet, devemos determinar os gametas, montar o quadro e combinar os gametas. Considere o exemplo a seguir:

Uma espécie de ratos apresenta indivíduos com pelos pretos e pelos brancos. A cor preta é determinada por um alelo dominante B, e a cor branca é determinada pelo alelo recessivo b. Imagine que um rato preto heterozigoto (Bb) cruze com um rato branco (bb). Quais são os genótipos esperados e suas respectivas proporções?

  • Passo 1: Inicialmente devemos determinar os gametas de cada indivíduo. Para isso, utilizaremos a ideia da primeira lei de Mendel, a qual determina que, na formação dos gametas, os genes segregam-se, ocorrendo em dose simples em cada gameta formado. Assim sendo, para o rato preto, espera-se que se formem gametas B e gametas b; o rato branco forma apenas gametas b.

  • Passo 2: Montar um quadro 3x3. Na primeira linha, colocamos os gametas de um genitor. Os gametas do outro genitor devem ser colocados na primeira coluna. Veja:

Passo 2: quadro de Punnett

  • Passo 3: Completar os espaços com a letra correspondente à linha e coluna desse espaço. Para isso, basta colocar a letra que está à direita do quadro e acima dele. Observe:

Passo 3

  • Passo 4: analisar os genótipos obtidos e suas proporções. Observe que o genótipo Bb ocorreu na proporção de 2/4, ou seja, 50%. O mesmo é observado para bb, que apresentou frequência de 50%. Como o alelo B determina a cor preta e é dominante, 50% dos indivíduos são pretos. O alelo b determina a pelagem branca e só se expressa em homozigose, portanto, 50% dos indivíduos são brancos.

Viu como é simples? Agora basta utilizar o quadro de Punnett para determinar as proporções dos possíveis descendentes de um cruzamento e acertar todas as questões de Genética sobre esse assunto!

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados