Xilema

O xilema é um tecido vascular complexo que apresenta como principais componentes os elementos traqueais, as células parenquimáticas e as fibras.

Xilema
Observe o xilema no corte anatômico

O xilema é um tecido vascular que distribui água e solutos pelo corpo de um vegetal. Ele é encontrado de forma contínua na planta, atravessando todos os órgãos e formando uma verdadeira rede de circulação de substâncias. Além de garantir o transporte de substâncias, o xilema atua na sustentação mecânica do vegetal e no armazenamento de substâncias.

Origem do xilema

O xilema é um tecido de condução encontrado no corpo da planta em crescimento primário e secundário. O xilema é chamado de primário quando é formado a partir do procâmbio (tecido meristemático primário) e é chamado de secundário quando é formado a partir do câmbio vascular (meristema secundário ou lateral).

O xilema primário também pode ser diferenciado do secundário por meio da organização de seus componentes. Enquanto o xilema primário organiza-se apenas no sistema axial (na vertical), o secundário é organizado em sistema axial e radial (horizontal).

Principais características do xilema

O xilema é um tecido complexo, ou seja, é formado por mais de um tipo celular. Fazem parte da constituição do xilema, principalmente, os elementos condutores, as células parenquimáticas e as fibras.

Os elementos condutores ou elementos traqueais podem ser divididos em dois grupos básicos: traqueídes e elementos de vasos. Esses dois grupos celulares destacam-se por não serem vivos na maturidade, possuírem paredes celulares secundárias, apresentarem pontoações (local onde não é depositado parede secundária) e possuírem como função principal a condução de água.

A diferença entre os elementos traqueais está no fato de que as traqueídes são imperfuradas, e os elementos de vaso apresentam as placas de perfuração. Essas placas de perfuração possuem orifícios que garantem um fluxo contínuo de substâncias. Os elementos de vasos estão dispostos nas plantas formando longas colunas, constituindo, assim, verdadeiros vasos.

As células parenquimáticas presentes no xilema atuam, principalmente, garantindo o armazenamento de várias substâncias, mas também podem realizar transporte de água e solutos em distâncias pequenas. As fibras também são células que compõem o xilema, e seu papel é garantir a sustentação. Elas são alongadas, afiladas na extremidade e com paredes celulares espessadas. As fibras podem ser classificadas em libriformes e fibrotraqueídes.

As fibras libriformes diferenciam-se das fibrotraqueídes pelo tipo de pontoação. Enquanto as fibras libriformes possuem pontoações simples caracterizadas apenas pela interrupção da parede secundária, as fibrotraqueídes possuem pontoações areoladas, que, se observadas em vista frontal, lembram uma aréola.

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados