Você está aqui Mundo Educação Datas Comemorativas Julho 17 de julho - Dia do Protetor da Floresta

17 de julho - Dia do Protetor da Floresta

O Dia do Protetor da Floresta é comemorado em 17 de julho, uma data que serve para a reflexão sobre a importância da preservação dos recursos naturais.

17 de julho - Dia do Protetor da Floresta
O Curupira é conhecido como protetor da florestas

Em 17 de julho, é comemorado o Dia do Protetor da Floresta. No nosso folclore, a figura protetora dos ambientes florestais é o Curupira, chamado também de Pai do Mato, Caipora, Caiçara, Anhangá e outros.

→ O mito do Curupira

Curupira era um anão de cabelos vermelhos que apresentava pés virados no sentido contrário. Essa última característica permitia que ele enganasse os caçadores que seguiam seu rastro sem saber que seus pés eram virados. Por essa razão, eles acabavam distanciando-se cada vez mais do verdadeiro alvo. Além disso, o curupira cavalgava em porcos-do-mato para que suas pegadas não fossem vistas.

O papel do Curupira era atrair e destruir os caçadores e outras pessoas que ousassem prejudicar a natureza. Para isso, ele atraía suas vítimas, imitando voz humana, para castigá-los. Um dos castigos de Curupira era extremamente cruel e era aplicado apenas a caçadores sedentos pelo prazer de matar os animais.

Curupira transformava os filhos e a esposa do caçador em animais e colocava-os no caminho do caçador, que logicamente os matava. Ele só reconhecia seus parentes após estarem mortos, o que gerava um grande remorso por sua atitude.

Dificilmente um agressor da natureza que se encontrava com Curupira retornava para sua casa; quando conseguia, voltava extremamente abalado. Com medo das consequências dos encontros, antes de entrar na floresta, caçadores separavam um rolo de fumo para oferecer ao Curupira caso o avistassem.

→ Os protetores reais das florestas

Infelizmente, o Curupira é apenas uma figura do nosso folclore, entretanto, várias pessoas lutam diariamente para proteger nossas florestas. Entre essas pessoas, podemos citar profissionais como engenheiros florestais, biólogos e ecólogos. Vale destacar, no entanto, que não é necessário ter uma formação superior para defender esse importante recurso.

Um grande defensor de nossos recursos naturais foi Francisco Alves Mendes Filho, mais conhecido como Chico Mendes. Esse importante seringueiro tinha origem humilde e viveu uma infância muito pobre na região Norte do nosso país. Tornou-se seringueiro ainda jovem e, com o desenrolar de sua vida, seu amor pelo meio ambiente foi aumentado.

Chico Mendes dedicou sua vida à luta contra o desmatamento e preservação das nossas áreas florestais. Foi reconhecido no Brasil e em outras partes do mundo por sua perseverança, entretanto, gerou insatisfação nos grupos que tinham lucro com a devastação do meio ambiente. Chico passou a sofrer ameaças de morte e a ser perseguido. Foi morto em 22 de dezembro de 1988.

Outra pessoa que merece destaque é a missionária Dorothy Stang, que morreu no Estado do Pará, em 2005, aos 73 anos de idade. Ela foi morta a tiros em uma emboscada. A motivação do crime provavelmente foi o trabalho de Dorothy, que era dedicado a denunciar madeireiros, fazendeiros e grileiros pelos seus crimes ambientais e incentivar o desenvolvimento sustentável.

Apesar da morte de várias pessoas que lutam em prol de nossas florestas e do meio ambiente como um todo, não podemos deixar que essa luta acabe. Devemos denunciar irregularidades e cobrar medidas mais severas para aqueles que desrespeitam as leis ambientais.

Lute pelo nosso planeta e seja também um defensor das florestas!

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados