Você está aqui Mundo Educação Doenças Câncer Câncer de pele

Câncer de pele

O câncer de pele é um tipo bastante comum dessa doença e está relacionado a fatores genéticos e à exposição inadequada ao sol.

Câncer de pele
Ao perceber alguma alteração na pele, procure rapidamente o dermatologista

O câncer de pele é um tipo de neoplasia bastante frequente em nosso país. Assim como qualquer tipo de câncer, ele é causado por um aumento exagerado e anormal no número de células de uma área do corpo. O câncer de pele é mais comum em pessoas de pele mais clara e com mais de 40 anos e está relacionado com a predisposição genética e com a exposição inadequada ao sol.

→ Tipos de câncer de pele

  • Carcinoma basocelular: É o tipo mais comum de câncer e caracteriza-se por surgir na camada mais profunda da epiderme, mais precisamente nas células basais. Esse câncer está muito relacionado à exposição ao sol, ocorrendo com maior frequência em áreas como o rosto, couro cabeludo e costas.

  • Carcinoma espinocelular: é o segundo tipo mais comum de câncer de pele e, diferentemente do basocelular, surge nas células escamosas da epiderme. Assim como o basocelular, o carcinoma espinocelular é mais frequente em áreas expostas ao sol, as quais geralmente apresentam sinais de danos causados pela exposição, como enrugamento e perda de elasticidade.

  • Melanoma: Entre os cânceres de pele, o melanoma é o tipo menos frequente, entretanto, é o que apresenta maior índice de mortalidade. Apesar de grave, se for tratado adequadamente, pode haver até 90% de chance de cura quando descoberto de maneira precoce. Esse câncer origina-se nos melanócitos, que são células responsáveis pela produção de melanina. Ele também surge em áreas mais expostas ao sol, porém, a hereditariedade tem papel importante no desenvolvimento dessa doença.

→ Sinais e sintomas do câncer de pele

Como vimos, existem diferentes tipos de câncer de pele, entretanto, apenas um especialista pode identificar a lesão e classificá-la. Sendo assim, ao perceber qualquer alteração suspeita na pele, deve-se procurar um dermatologista. Entre as principais lesões na pele que merecem atenção, podemos citar:

  • Lesões elevadas de coloração variada, como castanha ou rósea, que sangram facilmente;

  • Lesões elevadas de superfície áspera e com depressão central;

  • Área avermelhada que descasca ou coça;

  • Pintas que mudam de cor e textura;

  • Pintas com bordas irregulares;

  • Pintas que aumentam de tamanho;

  • Feridas que não cicatrizam.

→ Tratamento do câncer de pele

O tratamento do câncer de pele baseia-se normalmente na retirada da lesão por meio de cirurgia. Em alguns casos, não é necessária nem mesmo internação. Além da cirurgia, pode ser prescrito o tratamento com radioterapia e quimioterapia. Vale salientar, no entanto, que apenas um médico especializado pode avaliar o caso e identificar o tratamento adequado.

→ Prevenção do câncer de pele

Para a prevenção do câncer de pele, é essencial proteger-se durante a exposição ao sol. Veja a seguir algumas recomendações:

  • Utilizar filtro solar diariamente;

  • Obedecer as recomendações dos fabricantes de protetor solar, lembrando-se sempre de reaplicar o produto, no mínimo, a cada duas horas;

  • Evitar a exposição ao sol nos horários entre 10 e 16 horas;

  • Utilizar chapéus ou bonés ao expor-se ao sol.

  • Observar qualquer alteração na pele;

  • Consultar regularmente o dermatologista.

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados