Você está aqui Mundo Educação Doenças Câncer Câncer de mama masculino

Câncer de mama masculino

O câncer de mama masculino é um tipo raro de câncer que afeta o tecido mamário do homem e pode espalhar-se para outras partes do corpo.

Câncer de mama masculino
Homens e mulheres podem desenvolver o câncer de mama

O câncer de mama é uma doença que acomete principalmente mulheres, mas também pode afetar homens. De todos os casos de câncer de mama registrados, o masculino representa apenas 1% do total, o que, na prática, não é um número tão pequeno de pessoas.

Fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de mama masculino

Como o tecido mamário apresenta-se muito menor em homens, muitas pessoas acreditam que esse grupo não é atingido pelo câncer de mama. Entretanto, muitos homens são, sim, afetados por essa doença. Alguns fatores de risco são a presença de câncer de mama em outros familiares, obesidade, alcoolismo, problemas no fígado e envelhecimento. Além disso, um problema genético conhecido como síndrome de Klinefelter também se relaciona com a doença.

Sinais e sintomas do câncer de mama masculino

O câncer de mama, tanto em homens quanto em mulheres, provoca alterações nessa região do corpo. Pessoas que conhecem bem seu organismo percebem com clareza quando algo está errado, sendo fundamental, portanto, atentar sempre a qualquer modificação no corpo.

As principais alterações percebidas em pacientes com câncer são:

- Inchaço nas mamas ou surgimento de caroços que, normalmente, não causam dor;

- Mamilo retraído;

- Mamilo ou pele da mama vermelha ou descamando;

- Enrugamento da pele da mama.

Tratamento do câncer de mama masculino

O tratamento do câncer de mama masculino pode ser local ou sistêmico. No tratamento local, o médico trata apenas o tumor, sem que outras partes do corpo sejam afetadas pela terapia escolhida. Nesses casos, as técnicas utilizadas são cirurgia ou radioterapia.

No caso da terapia sistêmica, utilizam-se medicamentos que atingem não apenas aquele tumor, afetando as células cancerígenas encontradas em outras partes do corpo. São exemplos de terapia sistêmica a quimioterapia, hormonioterapia e a terapia alvo.

A escolha da melhor técnica dependerá da saúde do paciente e também do tamanho do tumor e se este sofreu ou não metástase. Algumas vezes, a quimioterapia, por exemplo, pode ser indicada após a cirurgia com o intuito de destruir células cancerígenas que ainda estão presentes no corpo. Outras vezes, no entanto, a quimioterapia é feita antes da cirurgia com a finalidade de diminuir o tumor antes do procedimento.

Prevenção do câncer de mama masculino

Apesar de não haver uma forma definitivamente efetiva para prevenir o câncer de mama, acredita-se que uma vida saudável possa ser a chave para que os riscos sejam diminuídos. Recomenda-se uma alimentação saudável, com pouca gordura e rica em vegetais, não ingerir bebidas alcoólicas, não fumar e praticar exercícios regularmente.

Outro ponto importante para evitar consequências mais graves é procurar o médico sempre que algum sinal ou sintoma suspeito surgir. O diagnóstico precoce é importante para evitar que o câncer se espalhe pelo corpo e dificulte o tratamento.


Por Ma. Vanessa dos Santos

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

Câncer de mama masculino








0 comentários

Faça seu Login