Cancro mole
O preservativo é o único meio de se prevenir da doença.
O cancro mole é uma doença sexualmente transmissível também conhecida como cancro venéreo ou cavalo, que se manifesta através do bastonete Haemophilus ducreyi. O bastonete permanece incubado por até quatro dias no organismo infectado, onde, ao se manifestar, surge inicialmente uma lesão que se evolui rapidamente para uma lesão dolorosa, purulenta e profunda.

É transmitida exclusivamente através do sexo desprotegido, independente da forma, podendo ser vaginal, oral ou anal. A lesão ao se evoluir começa a provocar ínguas pela virilha e toda a genitália que são cobertas por secreções amareladas de forte odor e que sangram facilmente.

Para confirmar a doença o médico pede que seja feita a cultura do bacilo. O tratamento contra o cancro mole deve ser feito o quanto antes. Utiliza-se antibióticos, sabonetes especiais e loções para que a higienização do local seja feita de forma mais acentuada. É importante que nesse período não haja o contato sexual com outras pessoas, pois pode afetar o tratamento e ainda contaminar o parceiro. Recomenda-se que o parceiro (a) também se submeta a exames e ao tratamento para que não tenha possibilidade de um novo contágio.

Como somente é transmitida pelo ato sexual, a doença pode ser prevenida através do uso de preservativos (camisinha). Se uma gestante contrair a doença deve informar imediatamente o médico, pois mesmo não apresentando ameaças ao bebê o tratamento é importante, se a doença ainda não tiver se manifestado é necessário buscar formas que evitem o aparecimento de lesões.

Assuntos Relacionados