Você está aqui Mundo Educação Doenças Cegueira

Cegueira

Cegueira
Pessoa cega sendo auxiliada por um cão-guia

A cegueira é o nome dado para a falta de visão que pode ser total ou parcial. Pode ser classificada de acordo com o local que sofreu o dano que impede a visão.

Pode ser nas estruturas transparentes do olho, na retina, no nervo óptico ou no cérebro. Há diferentes casos de cegueira podendo ser congênita que é numerosa e ocorre pela malformação ocular ou cerebral, cegueira por traumatismos como pancadas, explosões entre outros, por medicamentos que afetam a visão e por portadores de doenças infecciosas.

Nas regiões tropicais e glaciais, há maiores números de cegos que nas regiões temperadas. Nas regiões tropicais há maior risco de doenças infecciosas que podem comprometer a visão, nas regiões glaciais ocorre pelo reflexo solar muito intenso sobre a neve após um longo período de escuridão que desgasta a visão.

Uma pessoa portadora de cegueira congênita não sofre tanto com a doença por não conhecer a visão, mas aqueles que adquiriram a cegueira dificilmente aceitarão sua nova condição.

A aceitação pode ser maior dependendo da fase que aconteceu o acidente que ocasionou a cegueira. A fase de maior aceitação é na infância, sendo as piores na adolescência, na fase adulta e na terceira idade.

É recomendado um trabalho de educação especial para cada tipo de cegueira. Existem recursos capazes de auxiliar os cegos: Reglet que é uma prancheta perfurada utilizada para escrever em Braille com a ajuda do Punção que é um objeto que produz o relevo no papel, a bengala para auxiliar na locomoção, o Sorobã que opera cálculos matemáticos e outros. Recomenda-se também ajuda de um psicólogo para tornar o período de aceitação menos difícil.

Assuntos Relacionados

Comentários