Você está aqui Mundo Educação Doenças Cegueira

Cegueira

A cegueira atinge um número significativo de pessoas em todo mundo e caracteriza-se por uma perda considerável ou total da visão.

Cegueira
A pessoa cega pode realizar suas atividades desde que seja estimulada

O termo cegueira é utilizado normalmente para indicar a total incapacidade visual, entretanto, alguns autores usam-no para englobar também a presença de certa capacidade visual. Diante disso, existe uma dificuldade em encontrar uma definição exata dessa condição, por isso, essa noção pode variar de acordo com o autor analisado.

→ O que é a cegueira?

O termo cegueira é usado para identificar a condição de pessoas que apresentam total incapacidade de enxergar e também para aquelas com uma visão residual que, apesar de não ser a perda total da visão, dificulta-as de realizar suas atividades diárias normalmente.

Para considerar uma pessoa cega, dois fatores devem ser analisados: a acuidade visual, isto é, o que a pessoa enxerga à determina distância, e o campo visual, que é amplitude da área alcançada pela visão. Dessa forma, Segundo o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), devemos considerar como cegueira parcial ou cegueira legal a presença de uma destas duas condições: “a visão corrigida do melhor dos seus olhos é de 20/400 ou menor, ou se o ângulo em relação ao eixo visual que limita o campo visual apresenta medida inferior a 20 graus de arco, ainda que sua acuidade visual nesse estreito campo possa ser superior a 20/400.”

A cegueira total indica uma perda completa da visão. Nesse caso, esses indivíduos que a apresentam não são capazes nem mesmo de realizar a percepção luminosa. Essa condição é chamada também de amaurose.

De acordo com o Decreto nº 3.298 que regulamenta a Lei nº 7.853, de 24 de outubro de 1989, a cegueira é definida como uma deficiência visual “na qual a acuidade visual é igual ou menor que 0,05 no melhor olho, com a melhor correção óptica”.

→ Quais as causas da cegueira?

A cegueira pode ocorrer desde o nascimento e, nesse caso, é chamada de cegueira congênita ou, ainda, ocorrer mais tardiamente, que é denominada de cegueira adventícia ou adquirida. Normalmente, as principais causas de cegueira são erros de refração não corrigidos e catarata. Além disso, problemas como glaucoma, degeneração relacionada à idade, retinopatia diabética e opacidade corneada também podem ser citados como exemplos de causas.

De acordo com dados do CBO:

- 90% dos casos de cegueira ocorrem nas áreas pobres do mundo;

- 60% das cegueiras são evitáveis;

- 40% das cegueiras têm conotação genética (são hereditárias);

- 25% das cegueiras têm causa infecciosa;

- 20% das cegueiras já instaladas são recuperáveis.

→ Quais as consequências desse problema para a vida de uma pessoa?

A cegueira apresenta grande impacto na vida das pessoas e pode, inclusive, afetar psicologicamente quem a possui. Geralmente, a cegueira impede a pessoa de locomover-se sozinha, interferindo também na realização de outras atividades diárias relativamente simples. A comunicação também torna-se difícil, assim como a atividade profissional, o que pode ser traumático em alguns casos.

As pessoas que apresentam cegueira desenvolvida ao longo da vida possuem a chamada memória visual. Por causa dessa memória, essas pessoas conseguem lembrar-se de imagens e cores, por exemplo, o que facilita muito a adaptação ao nosso estilo de vida. No entanto, quem nasce cego não apresenta tais memórias.

Para enfrentar a cegueira, é necessária a ajuda familiar para garantir sempre apoio e incentivar as potencialidades da pessoa com essa deficiência. As famílias que impõem muitos limites à pessoa cega acaba tornando-a mais dependente e insegura, quando o papel da família é promover autonomia e independência. É importante, portanto, incentivar a pessoa cega a procurar formas de tornar-se mais independente, como realizar cursos de braille e aprender técnicas de orientação e mobilidade.

→ Sistema Braille

O Braille é um método de escrita e leitura utilizado por pessoas cegas
O Braille é um método de escrita e leitura utilizado por pessoas cegas

O sistema Braille foi criado por Louis Braille em 1825 e é conhecido como um meio de escrita e leitura utilizado por pessoas cegas. Nesse sistema, existem 63 combinações que representam as letras do alfabeto, números e símbolos. Cada letra, número ou símbolo está representado na cela Braille, a qual é organizada em duas colunas verticais que apresentam três pontos à direita e três, à esquerda. A disposição dos pontos nessa cela determina um caractere específico (Veja figura acima).

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados