Você está aqui Mundo Educação Doenças Colesterol

Colesterol

O colesterol, diferentemente do que muitos pensam, não é um composto que causa apenas danos à saúde, sendo ele fundamental para o funcionamento do corpo.

Colesterol
A aterosclerose pode ser causada pelo aumento dos níveis de LDL

O colesterol, apesar do que muitos pensam, é um composto classificado como um álcool e de extrema importância para o funcionamento do organismo. Esse componente é parte fundamental da estrutura das membranas celulares, da composição da mielina e de alguns hormônios e é essencial para a fabricação dos ácidos biliares e da vitamina D. Entretanto, apesar dos benefícios, o colesterol está, sim, relacionado com doenças cardiovasculares, quando presente em excesso no nosso corpo.

Onde o colesterol é sintetizado?

Grande parte do colesterol do nosso corpo, cerca de 70%, é sintetizada no fígado (colesterol endógeno), sendo o restante proveniente da alimentação. Vale destacar que a síntese aumenta quando há uma baixa ingestão de colesterol, o que significa que nossa dieta não precisa ser exageradamente rica nesse componente para que os níveis mantenham-se adequados.

Como o colesterol é transportado?

Como o colesterol não é hidrossolúvel, o transporte dessa substância é feito por meio de lipoproteínas. Denominamos de lipoproteínas aglomerados de moléculas de lipídios e proteínas que ajudam no transporte de lipídios pelo corpo. As principais lipoproteínas são: quilomicrons, VLDL (very low-density lipoprotein), LDL (low density lipoprotein) e HDL (high density lipoprotein).

O LDL e o HDL são as lipoproteínas responsáveis pelo transporte do colesterol. O LDL transporta a maior porção desse esterol e destaca-se por sua capacidade de se ligar a membranas celulares dos vasos sanguíneos, formando as famosas placas de gordura ou ateromas. O aumento dessas placas diminui o espaço no interior dos vasos, dificultando a circulação de sangue, podendo até mesmo causar um infarto. Em virtude da capacidade de formar essas placas, o LDL é conhecido como “mau colesterol”.

O LDL aumenta no organismo por causa de diversos fatores, tais como alimentação incorreta e aumento do peso. Vale destacar também que os fatores genéticos podem levar ao aumento dos níveis de LDL.

O HDL, por sua vez, é conhecido como “bom colesterol”, pois, em vez de se acumular em vasos sanguíneos, ajuda a transportar o colesterol até o fígado para sua degradação. Assim sendo, o HDL previne a ocorrência da formação de placas de gordura.

Por que é importante controlar os níveis de colesterol?

Ao controlar os níveis de colesterol no organismo, diminuímos o risco de várias doenças. Segundo alguns autores, ao manter os níveis de colesterol adequados, diminuímos em 20% o risco de derrame e em 33% o risco de infarto.

Para adultos maiores de 20 anos, considera-se ideal que o LDL esteja inferior a 100 mg/dl, enquanto o HDL deve ser superior ou igual a 60 mg/dl. Por ter a capacidade de formar placas nas artérias, os níveis elevados de LDL estão associados ao aumento de doenças, como a aterosclerose, que desencadeia infartos e derrames.

Para controlar os níveis de colesterol LDL no sangue, é importante controlar a alimentação. Uma boa dica é ingerir alimentos ricos em fibras, evitar a ingestão de gorduras saturadas e trans, diminuir o consumo de carnes vermelhas e optar por óleos vegetais. Vale destacar também que atividades físicas regulares são essenciais para baixar os níveis de LDL e aumentar os níveis de HDL.

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados

Comentários