Você está aqui Mundo Educação Doenças O que é acidente vascular cerebral

O que é acidente vascular cerebral

O que é acidente vascular cerebral
Existem dois tipos de AVC: o AVC isquêmico e o AVC hemorrágico

O acidente vascular cerebral (AVC), também chamado de acidente vascular encefálico (AVE), ocorre por falta de sangue para irrigar (isquemia) uma área do cérebro ou através do rompimento (hemorragia) de vasos sanguíneos do cérebro, com perda momentânea de suas funções. O acidente vascular isquêmico ocorre em 80% dos casos, enquanto que o acidente vascular hemorrágico ocorre em 20% dos casos.

O acidente vascular cerebral tem maior propensão de acontecer em pessoas com hipertensão, cardíacos, diabéticos, obesos, fumantes, naqueles com colesterol alto, que já tenham tido acidente isquêmico transitório, que consomem bebidas alcoólicas excessivamente, com malformação arteriovenosa cerebral, etc.

Há três tipos de acidente vascular cerebral isquêmico, são eles:

AVC por trombose: alguma artéria localizada no cérebro entope, impedindo a passagem do sangue. Pode ser causado por placas de gordura que se alojam nas paredes das artérias. Pessoas com colesterol alto podem sofrer esse tipo de AVC.

AVC por embolia: ocorre quando o átrio do coração não pulsa corretamente, fazendo com que o sangue fique parado e coagule. Ao sair do coração, esse coágulo pode chegar até o cérebro e se alojar em alguma artéria cerebral, impedindo a passagem de sangue para alguma região do cérebro.

AVC por choque circulatório: causado por parada cardíaca, ou estado de choque circulatório prolongado. Quando ocorre isso, o sangue para de circular como deveria, podendo ocorrer isquemia em todo o cérebro. É o tipo mais grave de AVC. Pacientes que sofrem parada cardíaca devem ser atendidos o mais rápido possível para evitar a morte cerebral.

O acidente vascular hemorrágico ocorre após o rompimento de algum vaso do cérebro, levando ao derramamento de sangue em uma parte ou em toda a caixa intracraniana. Esse rompimento pode ser causado por um aneurisma ou por arteriosclerose.

Quando a pessoa sofre um AVC, ela apresenta alguns sintomas como fraqueza nos membros, dificuldade na fala, distúrbios visuais como cegueira total ou parcial, boca torta e paralisia em um dos lados do corpo.

O médico, diante de um paciente com suspeita de AVC, deverá realizar uma tomografia para identificar o tipo de AVC, para, assim, proceder da melhor forma. No AVC isquêmico é possível o uso de medicamentos chamados de trombolíticos para melhorar o quadro. Já no AVC hemorrágico, podem ocorrer casos cirúrgicos dependendo da compressão que o cérebro estiver sofrendo.

Assuntos Relacionados