Você está aqui Mundo Educação Doenças Parada Cardiorrespiratória

Parada Cardiorrespiratória

Parada Cardiorrespiratória
As causas da parada cardiorrespiratória são várias

A parada cardiorrespiratória é a interrupção da circulação sanguínea, decorrente da suspensão súbita e inesperada dos batimentos cardíacos. Depois de uma parada cardiorrespiratória, a pessoa perde a consciência em cerca de 10 a 15 segundos em razão da parada de circulação sanguínea cerebral.

Se uma pessoa permanecer de 4 a 6 minutos sem oxigênio, as células cerebrais morrem rapidamente.

A parada cardiorrespiratória pode acontecer na presença de três ritmos cardíacos diferentes: fibrilação ventricular (caracterizada por um ritmo cardíaco rápido, irregular e ineficaz); assistolia (ausência de ritmo cardíaco, interrupção da atividade elétrica do músculo cardíaco); atividade elétrica sem pulso (presença de atividade elétrica no músculo cardíaco, não há circulação sanguínea e os batimentos cardíacos são ineficazes).

As causas da parada cardiorrespiratória são várias, podendo ser resultado de: choque circulatório, choque séptico, trauma, doença cardiovascular, entre outras. Um infarto pode causar parada cardiorrespiratória, já que este pode prejudicar o músculo do coração, impedindo-o de se contrair vigorosamente.

A pulsação do coração faz com que o sangue circule por todo o corpo. Quando o coração não funciona corretamente ou para, o sangue que conduz oxigênio e nutrientes não chega aos tecidos e aos órgãos, fazendo com que órgãos vitais como coração e pulmão parem de funcionar por falta de energia.

O diagnóstico da parada cardiorrespiratória pode ser obtido através de ausência de movimentos respiratórios, inconsciência, cor arroxeada dos lábios e unhas, dilatação das pupilas.

Assuntos Relacionados

Comentários