Você está aqui Mundo Educação Educação Encceja e a certificação dos Ensinos Fundamental e Médio

Encceja e a certificação dos Ensinos Fundamental e Médio

Estudantes que não terminaram o Ensino Fundamental e Médio podem fazer o Encceja para obter a certificação.

Encceja e a certificação dos Ensinos Fundamental e Médio
Encceja substitui o Enem na certificação do ensino médio

A aplicação do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), criado em 2002 pelo Ministério da Educação (MEC), possibilita obter certificado de conclusão do Ensino Fundamental e Médio.

Os estudantes podem participar de forma voluntária e gratuita. Porém, para obter a certificação, é necessário que eles tenham, pelo menos, 15 anos completos, para o Ensino Fundamental, e 18 anos, para o Ensino Médio, na data de realização das provas.

Saiba também o que é e como funciona a EJA

A inscrição no Encceja é pela internet, na página oficial do exame. Podem inscrever-se alunos brasileiros que moram no país ou no exterior.

Estudantes residentes no Brasil precisam apresentar o número do documento de identidade e do CPF. Quem mora no exterior também deve sinalizar o número do passaporte. 

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do exame, o período de inscrições do Encceja inicia no mês de agosto. As provas são aplicadas em outubro, em um único dia, nos turnos matutino e vespertino.

Enem

Entre 2009 e 2016, a certificação do ensino médio era feita pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesse caso, os interessados precisavam sinalizar essa opção no momento da inscrição e ter, no mínimo, 18 anos no dia das provas.

A outra exigência para obter o certificado pelo Enem era ter nota mínima de 450 pontos nas quatro provas objetivas (Linguagens e Códigos, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza) e acima de 500 na redação.

No início de 2017, o MEC anunciou que o Enem não era adequado para fazer a certificação, uma vez que exigia de um jovem ou de um adulto mais conhecimento do que o necessário. Além disso, segundo o órgão, o índice de estudantes que conseguiam as notas mínimas era considerado baixo. Em 2016, menos de 8% dos inscritos obtiveram a média.

Conteúdo

O Encceja abrange conteúdos de áreas do conhecimento estabelecidas pelo currículo da Base Nacional Comum. Os participantes respondem a 30 questões objetivas de múltipla escolha em cada turno, totalizando 60 questões, com quatro alternativas de resposta. Também é necessário produzir uma redação no gênero dissertativo-argumentativo.

Veja as áreas do conhecimento que são cobradas nos exames:

Ensino Fundamental

Matutino: Ciências Naturais, História e Geografia
Vespertino: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e Redação; e Matemática.

Ensino Médio

Matutino: Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias
Vespertino: Linguagens e Códigos e suas Tecnologias e Redação e Matemática e suas Tecnologias

O certificado do Encceja é emitido pelas Secretarias Estaduais de Educação e por instituições educacionais que firmaram um Termo de Adesão com o Inep. 

Segundo o MEC, ao fazer o exame, os estudantes também têm acesso à autoavaliação de suas competências e habilidades adquiridas no processo escolar e formativo. A partir dos resultados, ainda conforme o órgão, é possível consolidar e divulgar um banco de dados com informações técnico-pedagógicas, metodológicas, operacionais, socioeconômicas e culturais.

Tags Relacionadas encceja

Assuntos Relacionados