Você está aqui Mundo Educação Educação Gravidez na Adolescência

Gravidez na Adolescência

Hoje em dia, o excesso de liberdade dado aos jovens tem contribuído para que a vida sexual deles inicie-se prematuramente, aumentando os casos de gravidez na adolescência.

Com a chegada da adolescência é normal que aconteçam as transformações corporais, as alterações hormonais e com estes a descoberta do corpo e de novas sensações.
Seria interessante que os adolescentes recebessem orientações adequadas sobre sexualidade para, além de aprenderem sobre o assunto, pudessem se prevenir de maiores problemas.

Segundo dados do ministério da saúde, a cada ano cerca de um milhão de adolescentes engravidam sem desejar.

Esse assunto deveria ser levado a sério pelos nossos governantes, investindo-se mais em educação dos jovens, preparando-os melhor para o mercado de trabalho e, conseqüentemente, abrindo espaços para o crescimento de nosso país.

Deveriam se preocupar em fazer um trabalho de prevenção bem elaborado, a fim de diminuir os riscos contra a saúde pública, especificamente dos jovens, visando à diminuição de doenças sexualmente transmissíveis, bem como a própria gravidez, numa fase da vida que não estão preparados para lidar com o nascimento de um filho.

O adolescente não tem responsabilidade o suficiente para assumir os cuidados de uma criança, nem tampouco um corpo bem formado, desenvolvido e preparado para isso. É bom lembrar que algumas meninas menstruam por volta dos nove anos de idade, seus corpos ainda são infantis, totalmente em desenvolvimento, sem condições de gerar uma criança.


Gravidez na adolescência: liberdade que aprisiona

Hoje em dia percebemos o excesso de liberdade dado aos jovens, o que tem contribuído muito para que a vida sexual dos mesmos inicie prematuramente. Pais que não conseguem estabelecer valores morais dentro de casa, deixam crianças e adolescentes terem contato com a vida noturna, saindo com amigos para bailes funks, raves, onde se envolvem com pessoas estranhas que podem levá-las a experimentar o álcool e as drogas.

Nesse excesso de liberdade os jovens começam a experimentar as primeiras sensações de prazer muito cedo, algumas meninas por volta dos dez anos de idade, podendo acontecer uma gravidez inesperada, prejuízos ao desenvolvimento de seu corpo e ainda problemas no parto.

Um filho causa grandes mudanças na vida de seus pais e quando estes são muito jovens não estão preparados para isso, precisam receber apoio moral e financeiro de suas famílias. Porém, nem sempre isso acontece. Além de a grávida ter que conviver com o fato do namorado não querer assumir a gravidez com ela, passa pelo constrangimento de ficar exposta aos olhos do mundo, muitas vezes sendo expulsas de casa, sendo espancadas por seus pais, colocando em risco a saúde do bebê.

E assim são obrigados a se afastarem dos estudos, tendo que assumir grandes responsabilidades, deixando de usufruir uma das melhores fases da vida, a adolescência.

Assuntos Relacionados