Você está aqui Mundo Educação Física Curiosidades de Física 110 V ou 220 V: qual é a melhor opção?

110 V ou 220 V: qual é a melhor opção?

Os aparelhos elétricos usados cotidianamente funcionam em 110 V ou em 220 V. Do ponto de vista técnico, não há diferença entre essas tensões.

110 V ou 220 V: qual é a melhor opção?
Do ponto de vista técnico, não há diferença entre as tensões 110 V e 220 V

Grande parte dos equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos utilizados no cotidiano oferece a opção para ligação de 110 V (volts) ou 220 V. Em todo o Brasil, a maior parte dos Estados oferece para a população a tensão elétrica de 110 V. Alguns, como Goiás (GO) e Paraíba (PB), oferecem 220 V.

Funcionamento dos equipamentos

Ao ligar os aparelhos à tomada, elétrons percorrem o circuito de um polo em direção a outro. No caminho entre os polos, os elétrons passam pelo equipamento e fazem-no funcionar. De forma básica, essa é a forma como os equipamentos elétricos funcionam.

110 V ou 220 V?

Não há diferença técnica entre as duas tensões. O desempenho de aparelhos iguais que trabalham em uma tensão elétrica diferente é exatamente o mesmo. A quantidade de energia consumida por um aparelho que funciona a 110 V é igual à de um aparelho de 220 V.

O consumo de energia não depende da tensão elétrica, mas, sim, da potência e do tempo de uso do equipamento. O produto da tensão pela corrente elétrica define a potência elétrica de um equipamento, e não o consumo.

Imagine que um chuveiro elétrico possua potência igual a 5500 W e esteja ligado a uma rede que ofereça 220 V. A corrente elétrica necessária para seu funcionamento é 25 A (25 x 220 = 5500). Se um chuveiro, também de 5500 W, for ligado a uma rede de 110 V, a corrente elétrica necessária para seu pleno funcionamento será de 50 A (50 x 110 = 5500). Repare que, mesmo que as correntes elétricas em cada caso sejam diferentes, o consumo de energia, em um mesmo intervalo de tempo de uso para cada caso, será o mesmo, pois ele está diretamente relacionado com a potência do equipamento.

  • Eel = Energia elétrica consumida (kWh);

  • Pot = Potência elétrica do equipamento (kW);

  • ΔT = Tempo de uso do equipamento (h).

Independentemente da tensão elétrica, os equipamentos funcionam com a mesma potência elétrica. Portanto, quanto ao consumo de energia elétrica, não haverá diferenças significativas entre 110 V e 220 V.

Geração de calor

No caso de aparelhos elétricos que transformam energia elétrica em calor, que é o caso dos aquecedores, ferros elétricos, secadores de cabelo, entre outros, a tensão de 220 V pode garantir um melhor desempenho para instalações elétricas que apresentam as mesmas características.

Espessura dos fios

Ao se deslocar pelos fios, os elétrons encontram resistência ao movimento, o que gera uma determinada quantidade de energia elétrica que não será efetivamente utilizada pelo aparelho, mas, sim, convertida em calor. A quantidade de calor gerada para fios iguais dependerá do quadrado da corrente elétrica utilizada, ou seja, as tensões de 110 V gerarão mais calor, uma vez que precisam de maiores correntes para manter a potência elétrica do equipamento. A questão é utilizar a espessura correta do fio para cada instalação elétrica, de forma a gerar a menor quantidade de calor possível.

Por que a maior parte do Brasil utiliza 110 V?

Por uma questão de segurança. O choque elétrico que resulta de uma tensão de 220 V pode gerar mais danos que um choque proveniente de uma tensão de 110 V. Além disso, as grandes distâncias percorridas pela corrente elétrica, desde a usina de geração até o consumidor final, geram muita perda de energia, o que justifica uma tensão menor para a maioria dos consumidores.

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados