Você está aqui Mundo Educação Física Termologia Calor sensível

Calor sensível

O calor sensível é a quantidade de calor que, ao ser fornecida a um corpo, é capaz apenas de gerar variações de temperatura, ou seja, não há mudança de estado.

Calor sensível
O calor sensível é aquele fornecido a um líquido que gera apenas variação de temperatura

Calor sensível é aquele que provoca apenas uma variação de temperatura nos corpos, diferenciando-se do calor latente, o qual provoca mudança na estrutura física das substâncias. O calor específico determina a quantidade de calor que uma unidade de massa precisa perder ou ganhar para que aconteça uma redução ou elevação de uma unidade de temperatura sem, contudo, alterar sua estrutura. Assim, se o corpo é sólido, continua sólido; se é líquido, continua líquido; e, se é gasoso, continua gasoso.

O calor sensível é medido em cal/g.Cº. Essa medição informa a quantidade de calor (cal) que uma quantidade de massa (g) leva para aumentar ou diminuir sua temperatura (ºC). O calor sensível também é chamado de calor específico e refere-se a uma unidade de massa, portanto, não depende da massa do material considerado.

Capacidade calorífica de um corpo

Também chamada de capacidade térmica de um corpo, a capacidade calorífica de um corpo refere-se à quantidade de calor que a massa total de um corpo precisa receber para variar sua temperatura, e é calculada pela seguinte equação:

C = Q ÷ ΔT

Equação do calor sensível

Para calcular o calor sensível de um material, é necessário conhecer o seu calor específico. Considerando o calor específico (c) de um corpo e a variação da temperatura (∆θ), a equação do calor sensível pode ser descrita da seguinte maneira:

Q = m.c.∆θ

Princípio fundamental da calorimetria

Se vários corpos com temperaturas diferentes trocam calor e estão isolados termicamente, os de maior temperatura cedem calor aos de menor, até que se estabeleça o equilíbrio térmico. Assim, a soma desses calores sempre é igual a zero.

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados