Você está aqui Mundo Educação Física Curiosidades de Física Como é feita a cobrança da energia elétrica?

Como é feita a cobrança da energia elétrica?

O sistema tarifário de bandeiras faz acréscimos na conta de energia elétrica baseados nas dificuldades de sua geração. A cor da bandeira estipula a forma da cobrança da energia elétrica.

Como é feita a cobrança da energia elétrica?
O sistema tarifário de bandeiras sofreu reduções significativas que podem refletir em diminuição na conta de energia

A energia elétrica tem papel fundamental em nosso cotidiano, fazendo funcionar todos os aparelhos de que precisamos, como ferro de passar roupas, chuveiro, computadores etc. A conta de energia elétrica tem tido destaque na mídia nos últimos meses pois a geração de energia, por conta principalmente de problemas como a falta de chuva, tem se tornado mais cara.

A eletricidade utilizada cotidianamente é produzida em sua grande maioria por hidrelétricas, por isso a dependência das chuvas, que são necessárias para manter os níveis dos reservatórios de água cheios, mas também existe a geração de energia através das usinas termoelétricas, eólicas e nucleares espalhadas pelo país. No Brasil, existe um sistema hidrotérmico de produção e transmissão de energia formado por empresas das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e Norte que trabalham em conjunto na distribuição de energia elétrica pelo país. O chamado sistema interligado nacional, SIN, produz aproximadamente 98% da energia distribuída.

No início do ano de 2015, a cobrança da conta de energia começou a ser feita pelo sistema de bandeiras tarifárias, que cobra a energia da população de acordo com a dificuldade em sua produção. Às vezes existe a necessidade de se ligar as usinas termoelétricas para gerar a energia necessária, como o custo dessa forma de geração é maior, a conta paga pela população também se torna maior. O quadro abaixo mostra a forma da cobrança por meio das bandeiras tarifárias que são utilizadas dentro do SIN desde 2015.

O estado de Roraima é o único fora do SIN, portanto não terá sua cobrança pautada pelas bandeiras tarifárias.

BANDEIRA

PRODUÇÃO DE ENERGIA

COBRANÇA

VERDE

Condições favoráveis de geração de energia.

Não há acréscimo na conta

AMARELA

Condições menos favoráveis de geração de energia.

Acréscimo de R$ 2,50 para cada 100KWh consumido

VERMELHA

Condições desfavoráveis na produção e necessidade de ligação das termoelétricas.

Acréscimo de R$ 4,50 para cada 100KWh consumido


A partir de fevereiro de 2016, em razão da melhora na quantidade de chuvas, principalmente na região sudeste, o sistema de cobrança sofreu diminuição de seus valores, porém continuará no regime de bandeira vermelha, que agora possui dois patamares de cobrança dependendo da quantidade de termoelétricas ainda ligadas.

BANDEIRA

COBRANÇA

VERDE

Não há acréscimo na conta

AMARELA

Acréscimo de R$ 1,50 para cada 100KWh consumido

VERMELHA 1

Acréscimo de R$ 3,00 para cada 100KWh consumido

VERMELHA 2

Acréscimo de R$ 4,50 para cada 100KWh consumido


A determinação do consumo de energia elétrica é feita a partir da potência elétrica dos aparelhos ligados à tomada e do tempo de uso deles. Podemos calcular a energia consumida através do produto da potência elétrica do aparelho pelo tempo de uso, sendo assim, podemos escrever a equação E = P x Δt.

Como exemplo, imagine uma família de quatro pessoas que consome 300 Kwh mensais de energia elétrica. Após a baixa do preço na cobrança, e supondo que a empresa de fornecimento de energia cobre R$ 0,45 por cada Kwh utilizado, qual seria o valor da conta de energia para a situação de cada uma das bandeiras?

Bandeira VERDE : 300 Kwh x 0,45 = R$ 135,00

Bandeira AMARELA: (300 Kwh x 0,45) + 4,5 = R$ 139,50

Bandeira VERMELHA 1: (300kWwh x 0,45) + 9,00 = R$ 144,00

Bandeira VERMELHA 2: (300 Kwh x 0,45) + 13,5 = R$ 148,50

Imagine cada membro dessa família tomando dois banhos por dia de aproximadamente 15 mim. Se a potência do chuveiro utilizado for de 3000W, potência de um chuveiro convencional, qual é o consumo de energia apenas desse equipamento considerando que todos os banhos fossem no modo inverno?

Para o cálculo do tempo serão considerados 8 banhos de 15 min, totalizando 120 min, que correspondem a 2h por dia, logo, 60h por mês. Como a energia é o produto da potência pelo tempo, temos:

E = 3000 W x 60h = 180.000 Wh ou 180 Kwh.

Esse consumo de energia é muito alto para representar apenas um aparelho e pode corresponder ao consumo total de uma casa com uma ou duas pessoas!

Assuntos Relacionados