Você está aqui Mundo Educação Física Eletricidade Primeira lei de Ohm

Primeira lei de Ohm

A Primeira lei de Ohm trata da relação de proporcionalidade entre a corrente elétrica que atravessa um dispositivo e a ddp à qual ele está submetido.

Primeira lei de Ohm
A equação acima é reconhecida como sendo a 1ª Lei de Ohm, mas ela pode ser aplicada a elementos não ôhmicos

A primeira Lei de Ohm afirma que a corrente elétrica que atravessa um dispositivo qualquer é sempre diretamente proporcional à diferença de potencial aplicada a esse dispositivo. Imagine um aparelho submetido a uma diferença de potencial (ddp) em que flui uma corrente elétrica de intensidade i. Caso o gráfico da ddp e da corrente seja retilíneo, a resistência do dispositivo independerá da variação da ddp, e esse equipamento será reconhecido como ôhmico.

Gráfico da corrente versus a ddp
Gráfico da corrente versus a ddp

A razão entre a corrente elétrica e a ddp no gráfico acima fornece a inclinação da reta, que é a mesma para qualquer valor de ddp. Logo, podemos dizer que o material que foi submetido à voltagem obedece à lei de Ohm, pois a corrente elétrica que o atravessa é proporcional à ddp e a sua resistência é constante.

Dispositivos que não apresentam um valor de corrente elétrica proporcional à ddp são denominados de não ôhmicos. Na Microeletrônica, a maior parte das tecnologias é feita com dispositivos que não obedecem à chamada Primeira lei de Ohm, como celulares, calculadoras etc.

A equação U = R.i é frequentemente denominada de 1ª lei de Ohm, mas essa equação é utilizada para definir o conceito de resistência e pode ser também aplicada para materiais não ôhmicos.

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados

Comentários