Você está aqui Mundo Educação Geografia Geografia humana A extinção dos pardais

A extinção dos pardais

A extinção dos pardais
Casal de pardais.
Pardal é uma forma popular de denominar um pequeno pássaro da família Passeridae. Pardais são pequenas aves que se adaptam em diferentes lugares do mundo, além disso, vivem tranqüilamente nas áreas rurais e urbanas.

Em ambientes naturais sua base alimentar é sementes e insetos, sendo o último consumido somente em períodos de reprodução. Os pardais são encontrados em todos os continentes, esse fato o considera a ave de maior distribuição geográfica.

Recentemente essas aves têm diminuído o seu número. Os pardais têm sua origem, ou seja, são nativos da Europa, Ásia e norte do continente africano. Essa espécie é bastante humanizada, uma vez que convive próximo aos seres humanos. Nos centros urbanos de diversos países do mundo os pardais se alimentam de restos de alimentos humanos e habitam em edificações tais como varandas, beirais de casas, lacunas de prédios, entre muitos outros lugares.

O declínio do número de pardais no mundo é proveniente da ação antrópica, um exemplo claro desse processo é na Europa Ocidental onde esses pássaros em áreas rurais diminuíram de forma significativa provocada entre outros fatores pelas alterações na estrutura produtiva agrícola que promoveu uma queda no desperdício de grãos que servia de alimentos para as aves em questão.

Em áreas urbanas foi identificado um processo decrescente no número de pássaros dessa espécie em Londres e em outras cidades do mundo, resultado da falta de áreas verdes e intenso processo de impermeabilização, o que provoca a redução de insetos e automaticamente a oferta de alimentos.

No Brasil existem cidades que disseminaram praticamente 98% dos pardais, com exemplo da cidade baiana de Cruz das Almas onde a população não queria ser importunada muito cedo pelos sons das aves e também por causa de sua permanência nas varandas das residências.

Assuntos Relacionados

Comentários