Você está aqui Mundo Educação Geografia Geografia humana A ligação entre a arte e as paisagens

A ligação entre a arte e as paisagens

A ligação entre a arte e as paisagens
Obra de Portinari que retrata um trabalhador da cultura do café.
As obras de arte expressam diversas vezes paisagens naturais e/ou construídas pelo homem, assim como culturais. A pintura, uma vertente artística, destaca-se há vários séculos, pintores internacionais e nacionais retratam através das telas lugares que fizeram parte de seu convívio, como terra natal, locais visitados pelos mesmos etc.

As pinturas que retratam paisagens naturais mostram florestas, montanhas, rios entre outros, as paisagens construídas ou culturais expõem principalmente cidades, pontes, monumentos, plantações, estradas, além de colocar nas telas a vida e a identidade do povo, seja no campo ou na cidade.

As obras artísticas podem ser usadas para a realização de estudos, observando lugares com a realidade passada, estabelecendo comparações com a realidade contemporânea. A seguir algumas obras que refletem a realidade de cidades ou elementos naturais, como sua composição paisagística da época, a partir de telas de pintores de origem européia e brasileira entre outros.

Um pintor Russo chamado de Wassily Kandinky (1866 – 1944) destinou seus primeiros trabalhos ao desenvolvimento de obras em tela que representavam a composição do arranjo espacial contidas nas paisagens que faziam parte de sua vida e de sua identidade cultural, além de expressar imagens de países da Europa nos quais havia habitado.

Trazendo para a realidade nacional, a artista plástica Tarsila do Amaral (1886 – 1973) que nasceu em uma fazenda, se fascinava com o fluxo de pessoas e com a agitação que as mesmas produziam em grandes centros urbanos, onde há maior aglomeração populacional. Diante de seu interresse, a artista elaborou uma obra que representava o fluxo de trens que ligavam alguns bairros periféricos do Rio de Janeiro nos anos 20.

Nos Estados Unidos, a artista plástica Wooster Scott criou uma tela no final dos anos 90, que retratava um dia de lazer em um dos parques da megacidade de Nova Iorque.

Nos primeiros anos do século XIX viveu no Brasil o artista plástico francês Jean Baptiste Debret, em algumas de suas obras criou telas que representavam muitas das paisagens brasileiras.

O artista holandês Vicent van Gogh, viveu na França em uma cidade denominada de Arles, esse tinha uma particularidade na composição e elaboração de seus trabalhos, para adquirir inspiração deixava a cidade e seguia para ambientes rurais e nativos com a finalidade de retratá-los.

Na obra de Cândido Portinari denominada de Café, a dura vida dos trabalhadores nas fazendas cafeicultoras é retratada, especialmente porque essa atividade era responsável por grande parte do PIB (Produto Interno Bruto) da época.

Essa é uma das obras que expressam paisagens com essas características e configurações, isso demonstra que a paisagem além de ser percebida pelos nossos sentidos (visão, audição, tato, paladar e olfato) é diversas vezes registrada de forma artística para demonstrar carinho, lembranças entre outros sentimentos.

Assuntos Relacionados