Você está aqui Mundo Educação Geografia Geografia Física Crosta terrestre

Crosta terrestre

A crosta terrestre é a camada da Terra onde os seres vivos habitam e onde se constrói o espaço geográfico.

Crosta terrestre
A crosta é a camada mais fina que envolve superficialmente a Terra

A Crosta Terrestre é a menor e a mais externa entre as camadas do planeta Terra. É nela que se realizam as transformações do relevo e onde se expressam morfologicamente todos os processos internos e externos que ocasionam a sua formação e transformação.

Essa camada, com base em suas localizações, é dividida em oceânica, com altitudes que variam entre 5 e 10 quilômetros, e continental, com uma espessura que vai de 30 a 80 quilômetros (a maior parte desse volume encontra-se abaixo do nível do mar).

Com base em suas composições, a crosta é novamente dividida em dois tipos ou camadas. A camada sima, também chamada de crosta inferior, é composta majoritariamente por basalto, com predomínio dos minerais silício e magnésio. A outra camada é chamada de sial (crosta superior), composta por rochas sedimentares, granitos e outros tipos de rochas; os minerais predominantes são o silício e o alumínio. Vale lembrar que, em contato com os oceanos, há apenas a crosta superior.

A crosta terrestre está em constante transformação. Ela sofre ações oriundas do interior do planeta, denominadas de agentes endógenos ou internos, e ações oriundas de elementos localizados acima da superfície, chamadas de agentes exógenos ou externos.

Entre os agentes endógenos, podemos destacar o tectonismo e o vulcanismo. Em linhas gerais, a crosta terrestre não é composta por uma única porção de terras que envolve todo o planeta. Ela é, na verdade, formada por inúmeras partes, chamadas de placas tectônicas, que estão sempre em movimento graças à pressão exercida pelo magma localizado abaixo da crosta. Dependendo da forma com que essas placas se movimentam e se interagem, ocorrem significativas mudanças no relevo do planeta.

Entre os agentes exógenos, podemos destacar a ação dos ventos, das águas e do clima, que alteram profundamente as composições químicas e físicas das rochas, atuando na modelagem do relevo, ocasionando processos de erosão, sedimentação e muitos outros.

Por fim, é importante lembrar que a crosta terrestre não possui uma dinâmica independente. Sua estruturação e transformações estão diretamente ligadas às demais camadas que compõem a Terra, que são o manto e o núcleo.

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados