Você está aqui Mundo Educação Geografia Geografia ambiental Planeta Estufa
Planeta Estufa
A maneira que desenvolve o processo do efeito estufa

O termo ‘estufa’ provém de seu funcionamento que tem como objetivo dar condições a vida de animais, plantas e do homem, pois acumula calor vindo do sol, esse fato pode ser comparado com uma estufa de plantas na qual a temperatura é controlada para adequar ao desenvolvimento de um determinado vegetal.

O aquecimento natural corresponde à quantidade de energia emitida pelo sol, é justamente esse elemento que determina a temperatura terrestre. O aquecimento da terra é promovido pela absorção de calor por parte da terra e da água, e esses irradiam calor e ficam entre a superfície terrestre e a atmosfera. Caso não houvesse esse fenômeno certamente seria mais difícil o desenvolvimento de vida no planeta, pois as temperaturas seriam extremamente baixas, com aproximadamente – 18o C, enquanto que hoje a temperatura é por volta de 15oC.

Na atmosfera os gases do efeito estufa retêm os raios infravermelhos, posteriormente a atmosfera é aquecida e restitui o calor à superfície.

O embrião dos problemas climáticos está nas fontes mais utilizadas pelas sociedades (combustíveis fósseis, como petróleo, carvão e gás natural) para a manutenção da indústria, aproximadamente 80% do CO2 adicional vem da queima desse tipo de combustível, além das alterações provocadas pelo mau uso da terra, como a prática de queimadas e desmatamento em áreas destinadas ao desenvolvimento de práticas agrícolas. Os produtores de gases do efeito estufa causados por fonte energética podem ser divididos por 43,3% oriundos do petróleo, 36,4% de carvão e 20,3% de gás natural.

Os países que mais emitem gases na atualidade são os Estados Unidos, o Japão e as nações européias que respondem por 50% da emissão de CO2 mundial, no entanto, a China já superou os norte-americanos em emissão, embora em escala per capita as emissões da China ainda são relativamente baixas.

Assuntos Relacionados