Você está aqui Mundo Educação Gramática Classe de palavras Artigo Diferença entre artigo indefinido e numeral

Diferença entre artigo indefinido e numeral

Diferença entre artigo indefinido e numeral
Aspectos específicos demarcam a diferença entre artigo indefinido e numeral

Usuários e mais usuários atestam ser a língua portuguesa um tanto complexa, e em consequência disso, de difícil compreensão. Alegam acerca da evidência de infindáveis regras, bem como das incontestáveis exceções, enfim, muitos são os argumentos para que tal concepção acabe se cristalizando nas mentes de cada um e, não raras as vezes, tornando-se estigmatizada, para não dizer “detestada”, tida como objeto de verdadeira repulsa.

Dessa forma, longe de atribuirmos aspectos positivos, de merecimento a esse proceder, não descartamos, porém, o fato de que, para tornarem ainda mais complicadas algumas compreensões, a semelhança que há entre os elementos inerentes às ocorrências linguísticas é fator preponderante, gerando, em consequência disso, os eventuais entraves, as possíveis confusões entre um termo e outro. Assim, pautados nessa ideia, como seria impossível elegermos todos os casos, optamos por enfatizar acerca de um deles, por sinal bastante relevante, demarcado pela diferença que há entre o artigo indefinido e o numeral

Obviamente que para tornar mais facilitada nossa compreensão, nada melhor que partirmos de exemplos, justificados pelo primeiro deles, expresso a seguir:

Nestas férias eu consegui ler um livro.

Em se tratando do contexto comunicativo em questão, inferências nos provam se tratar daquilo que foi lido, ou seja, a espécie “livro”.

Vejamos o segundo deles, agora manifestado de forma diferente:

Nestas férias eu consegui ler só um livro.

Ora, é bem verdade que o emissor pudesse ter lido dois ou mais livros, mas não, ele conseguiu ler apenas um. Dessa forma, conclusões a que chegamos nos indicam se tratar, desta vez, de quantidade do que foi lido, ou seja, um somente.

Mediante os exemplos nos quais nos apoiamos, nitidamente podemos definir que quando a ideia expressa pelo emissor não é ressaltar a quantidade, mas sim indicar a espécie, trata-se de um artigo indefinido. Agora, quando a intenção se revela por enfatizar a quantidade, não é descabido afirmarmos que estamos diante de um numeral.

Assuntos Relacionados