O uso do “lhe”

O pronome “lhe” é usado para substituir o complemento de um verbo transitivo indireto, ou seja, que exige a preposição (a, para ) como antecedente.

Logo, orações como: Quero lhe abraçar ou Não lhe conheço são equivocadas, pois os verbos “abraçar” e “conhecer” são transitivos diretos, não exigem preposição. O certo seria: Quero o abraçar, Não o conheço.

O “lhe” refere-se a pessoas e pode ser usado tanto no gênero feminino, quanto no masculino, contudo, como já explicitado, não exerce função de objeto direto e sim de objeto indireto.

Portanto, as orações seguintes estão corretas:

a) Disse-lhe que viria. (disse a você)
b) Então, entreguei-lhe o convite. (entreguei a ele)

Já os pronomes “o”, “a” são empregados como objeto direto e, portanto, não haverá complemento precedido por preposição. Os verbos, neste caso, são transitivos diretos, como: amar, ajudar, respeitar, proteger, ouvir, convidar, dentre outros. Veja:

a) Amo meu pai. (Eu o amo)
b) Vou ajudar minha irmã em seus afazeres. ( Vou a ajudar em seus afazeres)

Na dúvida, tente complementar o verbo com o uso das preposições “a” ou “para”, se for viável, então estará certo, caso contrário, o “lhe” deverá ser substituído por “o” ou “a”. Observe:

Eu vejo você hoje à noite.

a) Eu vejo para você hoje à noite. (errado)
b) Eu vejo a você hoje à noite. (errado)
c) Eu a/o vejo hoje à noite. (correto)

Na frase sugerida acima, não há como empregar as preposições “a” ou “para”, assim sendo, o verbo não exige objeto indireto e, portanto, não será possível o uso do “lhe”.

Não obstante, devemos nos ater ao fato de que na oralidade orações com o uso de “lhe” são admitidas em algumas regiões, contudo, na linguagem escrita culta não convém tal emprego.

Assuntos Relacionados



Deixe seu comentário para

O uso do “lhe”








12 comentários

Faça seu Login

  • terça-feira | 19/01/2016 | Egislane
    Usuário

    Olá, boa tarde! Nos exemplos abaixo , por q ocorre próclise e não mesóclise? Como saber qdo usar os pronomes átonos antes ou depois do verbo? Exemplo: Mas o melhor mesmo é que não haverá um hesitante e contemporizador José Serra a lhe tolher as decisões. - porque não "tolher-lhe"? E no do artigo acima: Vou a ajudar nos afazeres, por que não, vou ajudá-la? OBRIGADA

  • terça-feira | 11/11/2014 | ulmar felipe
    Usuário

    Gostaria de saber a aplicação correta à frase: Quero te abraçar. Ou, quero abraçar-te.Grato

  • sexta-feira | 29/01/2016 | Lara
    0 0

    Quero abraçar-te.

  • quarta-feira | 07/08/2013 | evane maria...
    Usuário

    Excelente a explicação, tirou minha dúvida completamente sobre o uso do "lhe". Obrigada!!!