Particípio

O particípio, assim como o infinitivo e o gerúndio, é uma forma nominal do verbo. Recebe essa nomenclatura porque, ao lado do seu valor verbal, desempenha função de nomes.

Particípio
O particípio é uma das formas nominais do verbo. É utilizado para indicar o resultado do fato verbal, isto é, uma ação já realizada

Você sabe o que é particípio?

O particípio, assim como o infinitivo e o gerúndio, é uma das formas nominais do verbo. Os verbos, além de se apresentarem sob as diferentes formas de seus tempos, podem aparecer também sob diferentes formas nominais, isso quando desempenharem função de nomes. O infinitivo, por exemplo, pode ter função de substantivo; o gerúndio pode desempenhar função de advérbio ou adjetivo, enquanto o particípio pode valer por um adjetivo.

O particípio é a forma nominal que expressará o resultado do fato verbal, ou seja, indicará uma ação já realizada, finalizada. Quando for particípio regular, será identificado por meio das terminações -ado (1ª conjugação) e -ido (2ª e 3ª conjugações); quando for particípio irregular, fenômeno que acontece com alguns verbos, essas terminações não existirão. Veja os exemplos:

Verbos no particípio regular:

Os verbos no particípio regular serão empregados na voz ativa ao lado dos verbos auxiliares ter e haver. Observe os exemplos:

Ele tem vivido dias difíceis.

O aluno já havia entregado a prova quando notou o erro.

Todos já haviam aceitado o acordo sobre o ajuste salarial.

A menina tem dormido tarde nos últimos dias.

Verbos no particípio irregular:

Os verbos no particípio irregular serão empregados na voz passiva ao lado dos verbos auxiliares ser e estar. Veja os exemplos:

O livro foi escrito há dez anos.

O shopping será aberto no feriado.

O menino já está coberto.

Os alunos têm feito a lição de casa com primor.

Contudo, existem alguns verbos no particípio que podem ser regulares ou irregulares, esses são conhecidos como verbos abundantes. Eles apresentarão duas ou mais formas equivalentes para o mesmo tempo e pessoa. Veja alguns exemplos:

Aceitar (aceitado e aceito); 
Eleger (elegido e eleito); 
Entregar (entregado e entregue); 
Expulsar (expulsado e expulso); 
Extinguir (extinguido e extinto); 
Prender (prendido e preso); 
Salvar (salvado e salvo); 
Soltar (soltado e solto); 
Suspender (suspendido e suspenso). 

Existem alguns verbos que, embora sejam abundantes, são mais utilizados no particípio irregular, não importando o verbo antecessor (ter e haver para verbos no particípio regular; ser e estar para verbos no particípio irregular). Essa “transgressão” não é vista como erro, mas sim como um movimento natural da língua, que, por ser dinâmica, sofre com transformações históricas, culturais e sociais. Veja alguns exemplos:

Ele havia ganho a competição (em vez de ele havia ganhado).

Ela tinha pago as reservas com antecedência (em vez de ele tinha pagado).

Eu tinha pego a última sessão do filme (em vez de eu tinha pegado).

Bons estudos!

Assuntos Relacionados