Ver ou vir?

A conjugação dos verbos “ver” e “vir” costumam gerar muitas dúvidas, pois possuem grafias semelhantes.

Observe os exemplos:

a) Quando você vir o que ela fez, tomará as providências necessárias! (verbo ver)
b) Quando você vier e souber o que ela fez, tomará as providências necessárias! (verbo vir)

Há sempre muitos equívocos, principalmente quanto à primeira oração, pois é muito comum ouvirmos “quando você vir aqui em casa”, por exemplo!

Toda dúvida está na conjugação dos verbos “ver” e “vir” no futuro do subjuntivo:

• O verbo ver é precedido da partícula “se” ou “quando” e tem terminação em “ir” na primeira pessoa: quando eu vir, quando tu vires, quando ele/ela vir, quando nós virmos, quando vós virdes, quando eles/elas virem.
• O verbo vir, também precedido por “se” ou “quando”, é caracterizado pelo acréscimo da vogal “e”: quando eu vier, quando tu vieres, quando ele/ela vier, quando nós viermos, quando vós vierdes, quando eles/elas vierem.


Outra imprecisão está na conjugação destes verbos no presente do indicativo (vir-> vimos) e no pretérito perfeito do indicativo (ver-> vimos):

a) Nós vimos porque queríamos lhe dar os parabéns! (vir)
b) Nós vimos quando você entrou na festa ontem! (ver)

Portanto, para não haver suspeitas, é importante verificar o uso correto de “ver” e “vir”, principalmente destes dois casos apontados acima:

Veja outros exemplos:

1. Se eles vierem/virem, diga a eles que não irei demorar! (verbo vir)
2. Saberemos se é verdade, se virmos/vermos a notificação assinada! (verbo ver)
3. Quando ele vir/ver seu boletim, vai ter muito orgulho! (verbo ver)
4. Vamos decidir para onde iremos, quando eles vierem/ virem da escola! (verbo vir)

Observação: os derivados de ver e vir seguem o mesmo modelo: rever, antever, intervir, convir, etc.

Veja mais!

O verbo haver - Havia ou haviam pássaros no céu? Clique aqui e saiba mais sobre este verbo!

Comentários