Classicismo

O classicismo é um dos movimentos literários da Era Clássica, ele surgiu no século XVI, durante o renascimento.

Classicismo
O Parnaso (séc. XV), de Andrea Mantegna, obra do Renascimento italiano

Classicismo é o nome que se dá à literatura produzida durante a vigência do Renascimento (século XVI).

As pessoas enxergavam a obra de arte como forma de manifestação de beleza e harmonia, pois estavam dispostos a resgatar a cultura clássica, esse interesse vinha desde o final do século XIII, na Itália, onde os humanistas (escritores e intelectuais), liam e traduziam autores latinos e gregos. Desse grupo, destacam-se Dante Alighieri, Petrarca e Bocaccio.

Durante esse período, Dante Alighieri criou a medida nova (verso decassílabo), Petrarca compôs seu Cancioneiro com 350 poemas e Bocaccio escreveu Decameron.

As obras literárias produzidas durante o Renascimento privilegiam as seguintes características:

- Recuperação de temas da Antigüidade Clássica;
- Perspectiva humanista;
- Universalidade;
- Racionalismo.

O homem do século XVI se volta para a realidade concreta e acredita em sua capacidade de transformar e dominar o mundo.
O gênero lírico floresce durante o Renascimento, mas a poesia épica é também valorizada.

Durante os séculos XV e XVI, Portugal se tornou muito importante na Europa como Estado, povo, língua e cultura, se fazia necessário uma obra literária que retratasse todo esse momento de glória.

O poema épico Os Lusíadas, de Luís de Camões (1525 – 1580), sacia esse desejo do povo português, e se destaca no cenário europeu.
Camões, com todo seu conhecimento literário, filosófico, histórico, político e geográfico, conseguiu com louvor retratar e expressar o Renascimento português.

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados

Comentários