Você está aqui Mundo Educação Química Química Geral Lei de conservação da massa

Lei de conservação da massa

Lei de conservação da massa
A lei de conservação das massas foi criada por Lavoisier

Em 1773, o famoso cientista Antoine Laurent de Lavoisier (1743-1794) realizou repetidamente um experimento de calcinar metais em recipientes fechados. Lavoisier é considerado o “pai” da Química Moderna porque nestes e em outros dos seus experimentos ele utilizou importantes técnicas experimentais, tais como a utilização de balanças com alta precisão para a época, realizou as reações em recipientes fechados e anotou cuidadosamente todos os dados coletados, como a massa dos reagentes e a dos produtos.

Esses mesmos experimentos foram realizados em 1760 pelo químico russo Mikhail Vasilyevich Lomonosov (1711-1775) e ele enunciou a lei de conservação da massa que explicaremos melhor adiante. No entanto, os trabalhos deste cientista não tiveram impacto porque não foram divulgados pela Europa. Coube a Lavoisier o registro, explicação e divulgação dessa lei, que hoje é também conhecida como lei de Lavoisier.

Lavoisier aqueceu o mercúrio metálico numa retorta com a boca dentro de uma retorta contendo ar e mergulhada numa cuba com mercúrio. Depois do aquecimento, o volume do ar na retorta diminuiu, pois o volume do mercúrio na cuba subiu pela redoma. Isso significa que o mercúrio reagiu com “algo” no ar, que hoje sabemos que é o oxigênio. O produto formado foi o óxido de mercúrio II, um pó vermelho que aderiu às paredes da retorta.

Experimento de Lavoisier que o levou à lei de conservação das massas

Pesando o sistema inicial (mercúrio metálico + oxigênio) e o sistema final (óxido de mercúrio II), Lavoisier percebeu que a massa total dos reagentes era igual à massa total dos produtos.

Ele repetiu esse experimento queimando outros materiais e percebeu que a massa dos sistemas permanecia constante em todos os casos. Veja os exemplos abaixo:

Grafite + oxigênio  → gás carbônico

    3 g   +    8 g        =    11 g
Mercúrio metálico + oxigênio  → óxido de mercúrio

       100,5 g           +    8 g        =    1  08,5 g
Água  → hidrogênio + oxigênio

9 g     =       1 g         +    8 g
Calcário → cal viva + gás carbônico
100 g      =   56 g                  44 g

Com isso, ele enunciou a Lei de Conservação da Massa da seguinte forma:

“No interior de um recipiente fechado, a massa total não varia, quaisquer que sejam as transformações que venham a ocorrer.”

Ou

“Num recipiente fechado, a soma das massas dos reagentes é igual à soma das massas dos produtos.”

Atualmente, essa lei é mais conhecida pelo seguinte enunciado:

“Na natureza, nada se perde, nada se cria, tudo se transforma.”

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados