Metais
Maleabilidade: permite obter diversos objetos.

As características únicas apresentadas pelos metais é que os diferem das demais substâncias: a maioria é sólida à temperatura ambiente (25°C) e apresentam cor prateada. Mas existem exceções como o Mercúrio (Hg), que é o único metal encontrado na natureza no estado líquido, e possui cor prateada e um brilho característico denominado “aspecto metálico”. O Cobre (Cu) e o Ouro (Au) também se diferem dos outros metais e apresentam coloração vermelha e dourada respectivamente.

Algumas experiências realizadas com Raios-x levaram à concepção que os metais sólidos possuem um agrupamento de cátions fixos, rodeados por elétrons. Esses elétrons estão deslocalizados porque pertencem à camada de valência e não são atraídos pelo núcleo. Esses experimentos definiram a estrutura atômica dos metais, que é a chamada “Estrutura Cristalina”. Esse fator é responsável pelas propriedades dos Metais, que são:

Condutibilidade: os metais são excelentes condutores de corrente elétrica e de calor. A capacidade que os metais têm de conduzir eletricidade se explica pela presença da nuvem de elétrons, que conduz corrente elétrica nos fios de eletricidade, não só neles, mas em qualquer objeto metálico.

Os fios de transmissão elétrica são feitos de alumínio ou cobre, assim como as panelas que usamos para cozinhar alimentos. Os metais possuem a capacidade de conduzir calor de 10 a 100 vezes mais rápido do que outras substâncias.

Brilho: os objetos metálicos, quando polidos, apresentam um brilho característico dos metais, por causa dos elétrons livres localizados na superfície dos objetos que absorvem e irradiam a luz.

Maleabilidade: essa é a capacidade que os metais têm de produzir lâminas e chapas muito finas.

Ductibilidade: produzem fios. Se aplicarmos uma pressão adequada em regiões específicas na superfície de um metal, esse pode se transformar em fios e lâminas. 
 

Assuntos Relacionados