Você está aqui Mundo Educação Química Química Geral Michael Faraday
Michael Faraday
Michael Faraday, em 1842.

O desenvolvimento da Eletroquímica teve como contribuinte o pesquisador inglês Michael Faraday. Termos comuns a essa área como cátion, ânion, eletrodo, eletrolítico, partiram dele. A descoberta de que a matéria tem propriedades magnéticas motivou esse cientista, que não mediu esforços para intensificar suas pesquisas.

As leis propostas por Faraday regem a eletrólise, e suas contribuições não param por aí, acompanhe seus feitos em outras áreas:

Contribuições na Química

Faraday realizou a descoberta de substâncias orgânicas, como, por exemplo, o benzeno. Produziu os primeiros cloretos de carbono conhecidos (C2Cl6 e C2Cl4), e ainda conseguiu a façanha de liquefazer gases nunca antes liquefeitos, entre eles, dióxido de carbono e cloro. Essa descoberta possibilitou o desenvolvimento dos métodos de refrigeração.

Contribuições na Física

Faraday foi um dos pioneiros nos estudos da relação entre eletricidade e magnetismo. Esse trabalho lhe rendeu uma publicação no ano de 1821, a "rotação eletromagnética" (princípio por trás do funcionamento do motor elétrico). Dez anos mais tarde, já em 1831, seus estudos se aprimoraram com a descoberta da indução eletromagnética, o princípio por trás do gerador elétrico e do transformador elétrico.

Faraday contribuiu muito para a área de campos elétricos e magnéticos, suas pesquisas foram fundamentais para trabalhos futuros.

Veja mais! Gaiola de Faraday - experimento que prova a blindagem eletrostática.

Assuntos Relacionados