Você está aqui Mundo Educação Química Química Inorgânica Nomenclatura das bases

Nomenclatura das bases

A regra de nomenclatura para uma base utiliza como critérios fundamentais o nome do elemento que acompanha a hidroxila e o termo hidróxido.

Nomenclatura das bases
Hidróxido de sódio é o nome da base utilizada na fabricação de sabões em barra

A nomenclatura das bases, assim como a nomenclatura das outras funções inorgânicas como ácidos, sais e óxidos, segue obrigatoriamente uma regra que, no caso das bases, é dada por:

Regra de nomenclatura geral para as bases

O termo hidróxido proposto na regra de nomenclatura das bases é referente ao grupo hidroxila (OH), presente na fórmula dessas substâncias, que é colocado junto ao nome do elemento que acompanha o grupo OH.

Fórmula geral de uma base segundo Arrhenius

Obs.: Caso o elemento químico que acompanhe o grupo hidroxila não seja a prata (Ag), o zinco (Zn) ou não pertença às famílias IA, IIA e IIIA, devemos indicar, depois do nome do elemento, o algarismo romano correspondente ao índice que está localizado após o grupo hidroxila (com ou sem parênteses).

Regra de nomenclatura para as bases com algarismo romano

Acompanhe a seguir alguns exemplos da aplicação da regra de nomenclatura das bases:

1º Exemplo: Sr(OH)2

Nessa base, temos o grupo hidroxila ligado ao elemento estrôncio (que pertence à família IIA) apresentando a carga +2, que é indicada pelo índice colocado após o parêntese. Assim, a nomenclatura dessa base é hidróxido de estrôncio.

Obs.: O algarismo romano referente à carga não foi colocado após o nome estrôncio por este se tratar de um elemento da da família IIA.

2º Exemplo: AgOH

Nessa base, temos o grupo hidroxila ligado ao elemento prata (que pertence à família IB) apresentando a carga +1, que é indicada pela ausência de índice após o parêntese. Assim, a nomenclatura para essa base é hidróxido de prata.

Obs.: O algarismo romano referente à carga não foi colocado após o nome do elemento, pois esse é o procedimento quando o elemento é a prata, o zinco ou pertence às famílias IA, IIA e IIIA.

3º Exemplo: Ti(OH)4

Nessa base, temos o grupo hidroxila ligado ao elemento titânio (que pertence à família IVB) apresentando a carga +4, que é indicada pelo índice colocado após o parêntese. Assim, a nomenclatura para essa base é hidróxido de titânio IV.

Obs.: Conforme o que explicamos anteriormente, o algarismo romano referente à carga foi colocado depois do nome do elemento titânio por ele não fazer parte das famílias IA, IIA, IIIA.

4º Exemplo: Sb(OH)5

Nessa base, temos o grupo hidroxila ligado ao elemento antimônio (que pertence à família VA) apresentando a carga +5, que é indicada pelo índice colocado após o parêntese. Assim, a nomenclatura para essa base é hidróxido de antimônio V.

Obs.: Assim como no exemplo anterior, o algarismo romano referente à carga foi colocado depois do nome do elemento antimônio por ele não fazer parte das famílias IA, IIA, IIIA.

5º Exemplo: Fe(OH)2

Nessa base, temos o grupo hidroxila ligado ao elemento ferro (que pertence à família VIIIB) apresentando a carga +2, que está indicada pelo índice colocado depois do parêntese. Assim, a nomenclatura para essa base é hidróxido de ferro II.

Obs.: O algarismo romano referente à carga foi colocado após o nome do elemento ferro por ele não fazer parte das famílias IA, IIA, IIIA.

  • Nomenclatura usual das bases

Uma variação da regra de nomenclatura das bases pode ser utilizada quando um elemento químico é capaz de formar mais de uma base, que é o caso dos elementos que não pertencem às famílias IA, IIA e IIIA.

Nesses casos, sempre temos nas bases o elemento apresentando cargas diferentes, como nos casos de hidróxido de ferro II [Fe(OH)2] e hidróxido de ferro III [Fe(OH)3], em que um deles apresenta carga maior que o outro.

Regra de nomenclatura usual para as bases

Na regra de nomenclatura usual para as bases, o termo oso será utilizado para o caso de a base apresentar o cátion de menor carga, e o termo ico será utilizado para o caso de cátion de maior carga.

Exemplo: Hidróxido de ferro II [Fe(OH)2] e Hidróxido de ferro III [Fe(OH)3].

Como o ferro II apresenta menor carga e o ferro III apresenta maior carga, o nome dessas bases será, respectivamente, hidróxido ferroso e hidróxido férrico.

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados