Nomenclatura de Ésteres

A nomenclatura de ésteres é feita da seguinte forma: hidrocarboneto + ato de (prefixo da ramificação) + ila.

A nomenclatura para os Ésteres segue uma regra fixa preestabelecida:

Hidrocarboneto + ato de (prefixo da ramificação) + ila

Exemplos:

- etanoato de vinila                             - etanoato de etila                - benzoato de etila
- acetato de vinila                                - acetato de etila

Repare que o hidrocarboneto correspondente nas duas primeiras estruturas é o etano, e por isso foi usado como prefixo.

Os nomes dos ésteres podem derivar do ácido de origem, como por exemplo, os ésteres acetato de vinila e acetato de etila recebem esta nomenclatura por serem compostos originários de ácidos carboxílicos.

Demonstração

Ácido acético

Ácido acético se classifica como Ácido carboxílico, através de reações químicas dá origem ao acetato de metila, cuja fórmula linear é:



A equação é representada abaixo:

Observação: para usar esta nomenclatura é essencial saber o ácido que originou o éster.

Veja mais!
Nomenclatura de Éteres

Assuntos Relacionados

Comentários