Você está aqui Mundo Educação Química Química Inorgânica Reações com óxidos básicos

Reações com óxidos básicos

Reações com óxidos básicos são fenômenos químicos em que essas substâncias, ao serem misturadas a certos tipos de compostos, formam sais inorgânicos e água.

Reações com óxidos básicos
O sal sulfato de magnésio pode ser obtido em reações com óxidos básicos

Reações com óxidos básicos (compostos inorgânicos binários que apresentam como principal característica formar bases quando misturados com água) ocorrem sempre que essas substâncias são colocadas em um mesmo recipiente com os seguintes compostos:

Reações de óxidos básicos com ácidos inorgânicos

Quando um óxido básico reage com um ácido inorgânico, sempre ocorre a formação de um sal inorgânico e água (H2O). O sal é composto pelo metal presente no óxido e pelo ânion presente no ácido, como podemos observar nos exemplos a seguir:

1º Exemplo: reação entre o óxido de sódio e o ácido clorídrico.

Na2O + HCl → NaCl + H2O

Nessa reação, o óxido básico apresenta o cátion sódio (Na+1), que interage com o ânion cloreto (Cl-1) do ácido, formando o cloreto de sódio (NaCl). Já o cátion hidrônio da água forma com o óxido (O-2) a água (H2O).

2º Exemplo: reação entre o óxido de magnésio e o ácido sulfúrico.

MgO + H2SO4 → MgSO4 + H2O

Nessa reação, o óxido básico apresenta o cátion magnésio (Mg+2), que interage com o ânion sulfato (SO4-2) do ácido, formando o sulfato de magnésio (MgSO4). Já o cátion hidrônio da água forma com o óxido (O-2) a água (H2O).

Reações de óxidos básicos com óxidos ácidos

Quando um óxido básico reage com um óxido ácido, sempre ocorre a formação de um sal inorgânico. O sal formado possui o cátion do óxido básico e o ânion formado pela interação do óxido ácido com a água, como podemos observar nos exemplos a seguir:

Obs.: Para compreender qual o sal formado nesse tipo de reação, é fundamental ter conhecimento sobre o ácido formado pela reação entre o óxido ácido e a água.

1º Exemplo: reação entre o óxido de potássio e o dióxido de enxofre.

K2O + SO2 → K2SO3

Obs.: Quando o dióxido de enxofre interage com água, ele forma o ácido sulfuroso (H2SO3), o qual apresenta o ânion sulfito (SO3-2).

Nessa reação, o óxido básico apresenta o cátion potássio (K+1), que interage com o ânion sulfito (SO3-2) proveniente do óxido ácido, formando o sulfito de potássio (K2SO3).

2º Exemplo: reação entre o óxido de estrôncio e o dióxido de carbono.

SrO + CO2 → SrCO3

Obs.: Quando o dióxido de carbono interage com água, ele forma o ácido carbônico (H2CO3), o qual apresenta o ânion carbonato (CO3-2).

Nessa reação, o óxido básico apresenta o cátion estrôncio (Sr+2), que interage com o ânion carbonato (CO3-2) proveniente do óxido ácido, formando o carbonato de estrôncio (SrCO3).

Vale ressaltar que, quando um óxido básico reage com um óxido ácido denominado anidrido ácido, ocorre a formação de dois sais diferentes, como nos exemplos a seguir:

3º Exemplo: reação entre o óxido de lítio e o anidrido nitroso-nítrico.

Li2O + N2O4 → LiNO2 + LiNO3

Obs.: Quando o anidrido nitroso-nítrico interage com água, ele forma os ácidos nitroso (HNO2) e nítrico (HNO3), os quais apresentam os ânions nitrito (NO2-1) e nitrato (NO3-1), respectivamente.

Nessa reação, o óxido básico apresenta o cátion lítio (Li+1), que interage com os ânions nitrito (NO2-1) e nitrato (NO3-1), provenientes do óxido ácido, formando os sais nitrito (LiNO2) e nitrato de lítio (LiNO3).

4º Exemplo: reação entre o óxido de bário e o anidrido cloroso-clórico.

2 BaO + 4 ClO2 → Ba(ClO2)2 + Ba(ClO3)2

Obs.: Quando o anidrido cloroso-clórico interage com água, ele forma os ácidos cloroso (HClO2) e clórico (HClO3), os quais apresentam os ânions clorito (ClO2-1) e clorato (ClO3-1), respectivamente.

Nessa reação, o óxido básico apresenta o cátion bário (Ba+2), que interage com os ânions clorito (ClO2-1) e clorato (NO3-1), provenientes do óxido ácido, formando os sais clorito [Ba(ClO2)2] e clorato de bário [Ba(ClO3)2].

Reações de óxidos básicos com óxidos anfóteros

Quando um óxido básico reage com um óxido anfótero, sempre acontece a formação de um sal inorgânico. O sal formado possui o cátion do óxido básico e o ânion formado a partir do metal presente no óxido ácido, como podemos observar nos exemplos a seguir:

Obs.: Para compreender qual o sal formado nesse tipo de reação, é fundamental ter conhecimento sobre o ânion formado pelo metal presente no óxido anfótero.

1º Exemplo: reação entre o óxido de sódio e o óxido de zinco.

Na2O + ZnO → Na2ZnO2

Obs.: O metal zinco, presente no óxido de zinco, forma o ânion zincato (ZnO2-2).

Nessa reação, o óxido básico apresenta o cátion sódio (Na+1), que interage com o ânion zincato (ZnO2-2) proveniente do óxido anfótero, formando o zincato de sódio (Na2ZnO2).

2º Exemplo: reação entre o óxido de bário e o óxido de alumínio.

BaO + Al2O3 → Ba(AlO2)2

Obs.: O metal alumínio, presente no óxido de zinco, forma o ânion aluminato (AlO2-1).

Nessa reação, o óxido básico apresenta o cátion bário (Ba+2), que interage com o ânion aluminato (AlO2-1) proveniente do óxido anfótero, formando o aluminato de bário [Ba(AlO2)2].

Tags Relacionadas

Assuntos Relacionados