Você está aqui Mundo Educação Química Química presente em alimentos Vanilina – Principal componente da essência de baunilha

Vanilina – Principal componente da essência de baunilha

Vanilina – Principal componente da essência de baunilha
A orquídea Vanilla planifólia produz vagens das quais se obtém a valina

A vanilina, principal compenente da essência ou aroma de baunilha, possui a seguinte fórmula estrutural:

Fórmula estrutural da vanilina

O nome oficial desse composto, segundo as regras estabelecidas pela IUPAC, é 4-hidróxi-3-metoxibenzaldeído. É um composto branco e cristalino obtido das vagens secas da orquídea Vanilla planifolia, a única orquídea de interesse comercial (sem contar o aspecto ornamental). Madagascar é o maior produtor dessa orquídea, seguido pelo México, Taiti e Indonésia.

No entanto, das 12 mil toneladas de vanilina produzida todo ano, a vanilina sintética corresponde a 99%; apenas 1% é extraída da planta. Isso ocorre porque o preço da vanilina natural é muito superior ao da sintética, sem contar que os rendimentos também são baixos na extração da planta.

Em escala industrial, ela foi produzida por meio da oxidação do eugenol, obtido por meio do cravo-da-índia. Mas esse método parou em 1920, porque se consumia grandes quantidades de reagentes.

Fórmula estrutural do eugenol

A vanilina passou a ser sintetizada a partir da lignina do licor negro (resíduo da indústria de papel e celulose). Hoje em dia, a maior parte da vanilina é produzida por meio de precursores derivados do petróleo, porque é um método mais econômico e gera menos efluentes devido aos rendimentos das reações serem maiores.

As principais aplicações da vanilina são nas indústrias de produtos alimentares, como em bolos, doces, sorvetes, chocolates e bebidas (é extraída da Vanilla fragrans) e também para tabacos, perfumes e fármacos (Vanilla tahitensis (Sul do Pacífico), Vanilla java (Indonésia) e Vanilla pompana (Antilhas)).

A essência de baunilha é muito usada nas indústrias de doces

Outras utilizações incluem desodorizantes de ambientes e ceras para pisos e assoalhos, além de atuarem como intermediários em sínteses de herbicidas, agentes anties­pumantes ou determinadas drogas.

Assuntos Relacionados