Você está aqui Mundo Educação Química Curiosidades Químicas Vitaminas solúveis e insolúveis

Vitaminas solúveis e insolúveis

Vitaminas solúveis e insolúveis
A laranja é rica em vitamina C

Não é segredo que necessitamos das vitaminas para nossa sobrevivência, no entanto, é preciso nos atentar para aquelas cujo consumo excessivo pode ser prejudicial.

Vitaminas solúveis

A absorção das vitaminas que ingerimos diariamente está diretamente ligada à solubilidade das mesmas. As vitaminas solúveis se subdividem em dois grupos: as hidrossolúveis e as lipossolúveis.

Vitaminas hidrossolúveis: são aquelas que se dissolvem na água, mas não se dissolvem em gorduras. Em razão de sua solubilidade em água, a vitamina C é facilmente eliminada pelo nosso organismo e pode causar por isso um déficit em nosso corpo, o resultado é o aparecimento de doenças como o escorbuto.

Vamos entender um pouco da química por trás dessa vitamina? A presença dos grupos OH (hidroxila) na molécula garantem que ela se dissolva em meio aquoso. Em razão dessa facilidade em se dissolver, as vitaminas hidrossolúveis são rapidamente eliminadas pelo organismo através da urina. A solução é consumir a vitamina com mais frequência, a dica é de alimentos ricos em vitamina C, que é classificada como hidrossolúvel.

Vitaminas lipossolúveis: o termo “lipo” vem da palavra gordura, portanto, esse tipo de vitamina se dissolve em substâncias orgânicas, é absorvida pelo nosso organismo.

Vitaminas insolúveis

A vitamina A é um ótimo exemplo de vitamina que não se dissolve em água em razão de sua composição: é formada por cadeias extensas e possui apenas um grupo OH. É fácil prever por que o consumo excessivo dessa vitamina pode ser perigoso, ela forma um tipo de precipitado insolúvel que pode ficar retido em órgãos como o fígado, causando diversos malefícios, como dor de cabeça e insônia.

Assuntos Relacionados