Você está aqui Mundo Educação Redação Tipos textuais Textos narrativos
Textos narrativos
Como toda modalidade, os textos que pertencem à categoria dos narrativos perfazem-se de traços distintos

Ainda que imperceptível, encontramo-nos narrando acerca de algo em diversas circunstâncias que norteiam nosso cotidiano. Aquela viagem inesquecível, aquele encontro que sequer ousa sair de nossas lembranças. No entanto, urgh! Também existem aquelas passagens que, mesmo relatando, desejamos esquecer, enfim... O que na verdade desejamos enfatizar é que se trata de uma modalidade recorrente e que, em termos linguísticos e discursivos, perfaz-se de características próprias.

Assim, quando falamos sobre esses últimos aspectos, sentimo-nos na necessidade de deixá-lo(a) bastante à vontade, caro(a) usuário(a), para se inteirar, não só dessas, mas também de outras características, por meio de um espaço que pormenoriza, para não dizer tudo, ao menos boa parte daquilo que realmente você  precisa saber, a contar de elementos pontuais, tais como:

* O texto narrativo, ao contrário daquele texto que se volta para a exposição de opiniões, concebe-se como um texto híbrido, sendo que tal aspecto confere ao enunciador a mobilidade de explorar múltiplos recursos, tais como a figuratividade (relativo ao emprego das figuras de linguagem);

* Confere também um maior espaço para a exploração do fictício, do fantástico, por que não?;

* Esse “inventar e reinventar” ficam a cargo da capacidade imaginativa de quem o produz, pois quanto mais você deseja alcançar seus propósitos comunicativos, mais terá a possibilidade de criar no leitor expectativas diversas, prendendo-o cada vez mais para “dentro” da história. Falando isso, não seria nem um pouco descabido citarmos “Memórias póstumas de Brás Cubas”, cujo autor é ninguém menos que nosso imortal Machado de Assis.

Ou seja, o importante, não só para nós, mas também para o seu aperfeiçoamento enquanto usuário da língua, enquanto produtor do seu próprio discurso e, sobretudo, enquanto interlocutor propriamente dito, é saber que, desde uma fábula, perpassando por um conto, entremeando pelo romance e desaguando na novela, em especial a literária, existem, sim, marcas do narrar, do relatar de fatos, acontecimentos, enfim... Marcas essas que poderá perfeitamente constatar, pois tudo aqui é especialmente preparado para alguém, e esse alguém se refere a... você, simplesmente!

Artigos de "Textos narrativos"