Você está aqui Mundo Educação Saúde e Bem-estar Poluição do ar e a saúde humana

Poluição do ar e a saúde humana

A poluição do ar causa problemas graves à saúde humana. Estima-se que aproximadamente sete milhões de pessoas morreram, em 2012, em decorrência da poluição.

Poluição do ar e a saúde humana
A poluição do ar é um problema extremamente grave que traz muitas consequências à saúde humana

Muito se fala a respeito da poluição do ar e seus riscos à saúde humana, entretanto, muitas pessoas não se dão conta do quanto o problema está se agravando. Muitas vezes, ficamos expostos a uma grande quantidade de fumaça e não percebemos que diversas doenças, tais como o câncer, estão relacionadas com essa exposição excessiva.

Segundo um estudo divulgado pela Organização Mundial de Saúde, no dia 25 de março de 2014, a poluição atmosférica levou quase sete milhões de pessoas a óbito em 2012. Segundo a OMS, mais da metade de todas as mortes ocorreram em decorrência da chamada poluição interior ou doméstica, que se caracteriza pelo uso de materiais como madeira e carvão para cozinhar. Esse hábito, apesar de parecer longe da realidade de muitas pessoas, ainda é bastante comum em áreas pobres.

Podemos perceber também que, em relação à poluição do ar interior, os grupos mais prejudicados são as mulheres e crianças, uma vez que elas ficam um período de tempo maior em casa e, consequentemente, apresentam um maior tempo de exposição. Sendo assim, é fundamental que todas as pessoas que fazem uso de madeira e carvão para cozinhar, por exemplo, sejam informadas a respeito dos riscos à saúde e de maneiras alternativas de se resolver o problema.

Outra parte das mortes analisadas pela OMS foi causada pela poluição exterior, que é a que vemos nas grandes cidades. Nesse caso, os maiores responsáveis são os meios de transportes, como carros e ônibus, as fábricas e usinas. A ocorrência de problemas relacionadas com esse tipo de poluição é maior em países que se encontram em desenvolvimento.

Dentre as principais causas das mortes em decorrência da poluição atmosférica, podemos destacar os acidentes vasculares cerebrais, doenças cardíacas e doenças respiratórias. Além disso, os dados publicados mostram uma íntima relação entre a poluição do ar e as mortes em consequência do câncer de pulmão.

Outros problemas podem ser desencadeados a curto prazo pela poluição do ar, entre eles, a irritação das mucosas, da garganta e bronquite. Apesar de não serem alvo do estudo, merecem destaque por causarem desconforto em pessoas submetidas à alta concentração de poluentes.

Sendo assim, é importante frisar a necessidade de programas urgentes para diminuir a poluição do ar, bem como medidas que informem a população dos perigos do uso de certos combustíveis em suas casas. A poluição do ar deve ser vista como um problema grave de saúde que necessita de ações urgentes para que os índices de poluentes sejam diminuídos.

Para saber mais sobre o estudo da OMS, acesse o site da Organização Mundial da Saúde.

Assuntos Relacionados