Você está aqui Mundo Educação Sexualidade Disfunção Erétil

Disfunção Erétil

Disfunção Erétil
Muitos homens não procuram auxilio médico, porque têm vergonha do problema

A disfunção erétil, também conhecida como impotência sexual, é a incapacidade masculina de manter ereção satisfatória até o final do ato sexual. Esse distúrbio afeta, aproximadamente, 10% dos homens entre 40 e 70 anos, porém, segundo alguns especialistas, em algum momento da vida o homem falha. Parte dos homens que sofrem desse distúrbio tem como agente causador o fator psicológico, quando estão passando por algum conflito emocional, sofrendo de ansiedade, entre outros.

As mulheres sofrem de certa forma com a impotência sexual, no caso delas o que ocorre é o vaginismo (falta de lubrificação vaginal, o que não permite a penetração). Muitos homens não procuram auxilio médico, porque têm vergonha do problema, pois desde os primórdios da humanidade é empregada a idéia de que o homem que é homem não falha. Essa mentalidade tão antiga faz com que o homem que sofre desse distúrbio pense que sua masculinidade é afetada, se sentindo menos homem do que os demais. Além disso, ficam com muita vergonha das parceiras, pois acham que elas o vêem de forma bizarra, mas não é bem isso o que elas pensam.

As mulheres se sentem de forma pior do que os seus parceiros, pois acham que a causa da disfunção erétil dos mesmos é devido à falta de desejo sexual por elas, sugerindo que eles têm outras parceiras, de que elas estão feias, entre outras. De uma forma mais ampla, a disfunção erétil gera um efeito dominó com o indivíduo que possui esse distúrbio e com as pessoas envolvidas diretamente com o mesmo. Mas devemos salientar que a melhor coisa a fazer é conversar com a parceira e procurar ajuda médica. Existe tratamento para a disfunção erétil, e sendo feito corretamente o indivíduo pode se curar. Para cada caso há um tratamento específico, que será de acordo com as causas do distúrbio.

Assuntos Relacionados