Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Ecologia
  4. Adaptações para a polinização

Adaptações para a polinização

Zoofilia: animais polinizadores (insetos, aves e mamíferos).
Zoofilia: animais polinizadores (insetos, aves e mamíferos).

A polinização é o fenômeno de transferência de grãos de pólen do órgão reprodutor masculino para o feminino nos vegetais superiores (gimnospermas e angiospermas), geralmente realizada por agentes como: o vento (anemófila), a água (hidrófila) e animais (zoofilia), esse último específico ao tipo de organismo.

Entomofilia – processo de dispersão de grão de pólen através de insetos, porém comumente empregado ao evento de polinização realizado por abelhas e moscas;

Cantarofilia – polinização cujo agente dispersor de pólen é o besouro;

Psicofilia – polinização cujo agente dispersor de pólen é a borboleta;

Falenofilia – polinização cujo agente dispersor de pólen é uma mariposa de hábito noturno;

Quirópterofilia – polinização cujo agente dispersor é o morcego;

Ornitofilia - polinização cujo agente de dispersão de pólen é uma ave.

Muitas plantas polinizadas por insetos apresentam pétalas pigmentadas de azul ou amarelo, produzindo também substâncias aromáticas que atraem os insetos (animais com olfato bem desenvolvido).

As plantas polinizadas por aves geralmente são vermelhas ou laranjadas, cores que as aves enxergam bem, contudo estas sem aroma, visto que as aves não possuem olfato apurado, o que acaba por não atrair os insetos tanto pela cor quanto pelo cheiro.

Dessa forma, as flores diurnas são mais vistosas e coloridas, podendo geralmente utilizar recursos odoríferos.

Plantas com floração noturna não são muito coloridas, pois no escuro a estratégia adaptativa é atrair seus polinizadores pelo odor. É o caso da paineira, que ao exalar cheiro forte atrai morcegos; e também a dama-da-noite, com flores brancas de intensa fragrância e veios de néctar que atraem as mariposas.

Outra característica está relacionada à resistência da pétala, normalmente estrutura muito frágil, sendo a sua consistência favorável ao pouso de alguns insetos e outros não, como por exemplo, os besouros, animais de peso considerável levando-se em conta sua contribuição ecológica, polinizando espécies botânicas com flores portando pétalas mais espessas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados