Anfioxo

O anfioxo é um animal marinho que possui formato de lâmina e pertence ao filo Chordata, mais precisamente ao grupo dos Cephalochordata.

Os anfioxos são organismos que fazem parte do filo Chordata. Esse filo possui cerca de 56 mil espécies, e seus representantes apresentam notocorda, cordão nervoso dorsal oco, fendas faringianas e cauda muscular pós-anal. Geralmente, o Chordata é chamado de filo dos vertebrados, entretanto, essa não é uma verdade absoluta, pois existem representantes desse grupo que não possuem coluna vertebral.

→ Características dos anfioxos

Os anfioxos (do grego, amphi = ambos e oxy = pontiagudo) fazem parte do grupo mais basal dos cordados, o Cephalochordata. Esses animais marinhos são encontrados nas águas oceânicas das plataformas continentais e caracterizam-se pelo formato parecido com uma lâmina, não possuem cabeça, encéfalo ou olhos diferenciados. São animais dioicos que têm fecundação externa e apresentam fase larval.

A larva do anfioxo possui uma notocorda, um cordão nervoso dorsal oco, várias fendas faringianas e a cauda pós-anal, ou seja, as quatro principais características de um cordado. Essa larva alimenta-se de plâncton, que é capturado e fica preso nas fendas faringianas. Para apanhar seu alimento, esse animal é capaz de subir na coluna de água nadando ativamente.

Na fase adulta, os anfioxos podem atingir até 6 cm de comprimento e não apresentam um hábito tão ativo quanto à forma larval. Após sofrer metamorfose, o adulto do anfioxo nada em direção à areia, onde se enterra, deixando para fora apenas a boca.

Próximos à boca do anfioxo, existem cílios que ajudam na alimentação, guiando a água em direção a essa cavidade. Da boca do animal, a água segue para as fendas faringianas e, posteriormente, para o átrio, uma cavidade corpórea que se liga ao meio externo pelo atrióporo. Nas fendas faringianas, um muco retém partículas de alimento. Nesse caso, percebe-se que a função da faringe e das fendas faringianas está mais relacionada com a alimentação do que com as trocas gasosas. Essas trocas geralmente ocorrem por difusão por todo a superfície do corpo desse animal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Apesar de ser encontrado normalmente enterrado, os anfioxos também são capazes de nadar e podem deixar sua toca em busca de um novo local. Eles possuem músculos arranjados serialmente ao longo dos lados da notocorda (miômeros) que garantem uma natação similar a dos peixes. As contrações desses músculos promovem a flexão da notocorda, com ondulações de um lado para outro, o que garante o impulso do anfioxo. Nesse caso, a notocorda impede que o corpo desse animal encurte-se durante a contração dos miômeros. Vale salientar que a notocorda estende-se desde a extremidade rostral até o final da cauda.

Os anfioxos apresentam ainda outras importantes características. Eles têm um sistema circulatório similar ao dos vertebrados, assim, é possível observar uma estrutura que se assemelha a um coração. Esses animais não apresentam rins, utilizando para a excreção células especializadas.

O anfioxo pertence ao grupo dos Cephalochordata
O anfioxo pertence ao grupo dos Cephalochordata
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados