Bactérias

As bactérias são organismos unicelulares procariontes que estão incluídos no Domínio Archaea e Bactéria.

Bactérias
As bactérias são organismos unicelulares e procariontes

As bactérias são organismos bastante simples e pertencem, segundo a classificação de Whittaker de cinco reinos, ao Reino Monera. De acordo com a classificação mais atual em três domínios, esses organismos estão divididos em Domínio Archaea, que engloba as arqueobactérias, e Domínio Bactéria, que engloba os outros grupos de bactérias.

Estrutura celular das bactérias

As bactérias são formadas por uma única célula (unicelulares), normalmente de 2 a 5 µm de comprimento, e podem ou não formar colônias. Esses organismos possuem material genético disperso no citoplasma, sendo, portanto, denominados de procariontes.

Na grande maioria das bactérias, além da membrana plasmática encontrada em todas as células, é possível observar externamente uma parede celular constituída, principalmente, por peptideoglicano. Essa parede celular apresenta como principal função manter a forma das células bacterianas e garantir proteção. Além disso, é possível perceber em algumas espécies uma cápsula polissacarídica envolvendo a parede.

No citoplasma da célula bacteriana, é possível perceber a presença de apenas um tipo de organela: os ribossomos. Esses ribossomos são menores que aqueles encontrados em células eucarióticas, mas desempenham a mesma função, que é a síntese de proteínas. Além disso, é possível perceber a presença de grânulos ou inclusões que apresentam a função de armazenamento.

O citoplasma, por sua vez, apresenta uma região, chamada de nucleoide, onde está localizado o cromossomo bacteriano, único e circular. Além do DNA cromossomial, observa-se o plasmídeo, formado por uma molécula pequena de DNA circular de duplicação independente.

Em algumas bactérias, é possível encontrar ainda estruturas de locomoção conhecidas como flagelos, que são compostos por uma proteína denominada de flagelina. Existem ainda estruturas mais finas e mais curtas que os flagelos denominadas de pili e fímbria. Estes estão relacionados com a fixação das bactérias em superfícies (fimbrias) ou ainda com a fixação no momento da reprodução (pili).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos morfológicos básicos

As bactérias podem ser classificadas pelo seu formato
As bactérias podem ser classificadas pelo seu formato

As bactérias podem receber diferentes nomes de acordo com o formato. Entre os tipos fundamentais, podemos citar:

  • Bacilos: Bactérias com formato de um pequeno bastão.

  • Cocos: Bactérias de formato esférico.

  • Espirilos: Bactérias em forma de sacarrolha.

Esses diferentes tipos morfológicos podem ainda se agrupar. Os cocos, por exemplo, podem agrupar-se de 2 a 2, formado diplococos, ou em cadeias denominadas de estreptococos, ou ainda em cachos denominados de estafilococos. Isso também pode ser observado nos bastonetes, que ocasionalmente formam diplobacilos ou estreptobacilos. De uma maneira geral, os espirilos ocorrem isolados.

Formação de esporos

Algumas bactérias são capazes de formar esporos, estruturas altamente resistentes e duráveis. Os esporos desempenham um papel de defesa, pois são uma forma de proteção em condições desfavoráveis, como em casos de temperaturas inadequadas.

Reprodução das bactérias

As bactérias reproduzem-se basicamente por processo assexuado, mais precisamente o processo de divisão binária, em que uma célula divide-se e dá origem à outra. O aumento da população, nesses casos, ocorre em progressão geométrica e de forma relativamente rápida se as bactérias estiverem em boas condições para o crescimento.

Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados