Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Animais
  4. Bugio (Gênero Alouatta)

Bugio (Gênero Alouatta)

Filhotes de bugios são carregados nas costas da mãe, por até dois anos.
Filhotes de bugios são carregados nas costas da mãe, por até dois anos.

Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Família: Cebidae
Gênero: Alouatta

Os bugios, também chamados de guaribas ou barbados, ocorrem principalmente no Brasil, Argentina e México, em florestas tropicais úmidas, e até mesmo em savanas.

Este nome é atribuído aos indivíduos do gênero Alouatta: macacos arborícolas, de hábitos herbívoros, corpo forte e cauda longa; com vasta pelagem que varia entre as colorações preta, marrom e vermelha. Com peso que pode variar entre cinco e dez quilos, são considerados um dos maiores primatas neotropicais.

Esses animais vivem cerca de vinte anos, em grupos de organização patriarcal, que podem chegar a quarenta indivíduos, dependendo da espécie. Reproduzem-se o ano inteiro, com gestação de aproximadamente cinco meses, dando origem a apenas um ou, bem raramente, a dois indivíduos.

É considerado o ser mais barulhento do reino animal, cuja vocalização, tanto de machos quanto de fêmeas, pode durar vários minutos, e ser ouvida em até cinco quilômetros de distância. Tal característica só é possível em razão da presença do osso hioide, localizado na base da língua, que funciona tal como uma caixa de ressonância. Dessa forma, o bugio, com seu vasto repertório, pode interagir socialmente de forma eficaz.

Algumas espécies deste gênero, como a Alouatta caraya e Alouatta guariba clamitans, estão ameaçadas de extinção, principalmente pela perda de hábitats e caça indiscriminada, em virtude do uso de sua carne e pele por alguns grupos humanos. Assim, é importante que cuidados relativos à sua conservação, tais como educação ambiental e maior fiscalização de matas, parques e reservas, sejam tomados.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia