Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Ecologia
  4. Cadeia e teia alimentar

Cadeia e teia alimentar

“Os termos cadeia e teia alimentar são utilizados para representar as relações de alimentação que ocorrem em um determinado ecossistema e permitem identificar o fluxo de energia.”

Para entender o funcionamento de qualquer ecossistema, é essencial compreender as relações de alimentação que nele ocorrem. As relações de alimentação demonstradas entre os grupos de organismos podem ser estudadas pela análise das cadeias e teias alimentares.

O que é uma cadeia alimentar?

As cadeias alimentares podem ser definidas como as relações de alimentação existentes entre os seres vivos de um ecossistema. Ela mostra, de maneira unidirecional, como a energia e os nutrientes fluem entre os seres vivos de uma determinada área.

Na cadeia alimentar, observa-se um fluxo unidirecional de energia e nutrientes
Na cadeia alimentar, observa-se um fluxo unidirecional de energia e nutrientes

Os seres vivos de uma cadeia alimentar podem ser classificados em três níveis básicos, denominados de níveis tróficos:

  • Produtores: Organismos produtores correspondem ao primeiro nível trófico em qualquer cadeia alimentar analisada. Nele se encontram os seres capazes de produzir seu próprio alimento, ou seja, organismos autotróficos. É importante destacar que nesse grupo são encontrados organismos fotossintetizantes e também quimiossintetizantes. Como exemplo de organismos produtores, podemos citar as plantas, as algas e algumas bactérias;

  • Consumidores: organismos incapazes de produzir seu próprio alimento, ou seja, organismos heterotróficos. Os consumidores são classificados como primários quando se alimentam dos produtores; de secundários quando se alimentam dos primários; de terciários quando se alimentam dos secundários e assim sucessivamente. É importante salientar que não existem cadeias com muitos níveis tróficos, pois, a cada nível, perde-se energia e matéria.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Decompositores: englobam organismos que fazem a decomposição, processo essencial para a reciclagem da matéria orgânica. Nesse processo os nutrientes tornam-se disponíveis novamente no ambiente. Os decompositores atuam em todos os organismos após sua morte e, por isso, normalmente, não são representados em esquemas de cadeias alimentares.

O que é uma teia alimentar?

A teia alimentar mostra as relações alimentares entre os organismos de um dado ecossistema, mas não de forma unidirecional. As teias são formadas por várias cadeias alimentares que se cruzam, demonstrando, assim, que um dado organismo pode ter diferentes hábitos alimentares e, consequentemente, ocupar mais de um nível trófico em um ecossistema.

Na teia alimentar, um mesmo organismo enquadra-se em diferentes níveis tróficos
Na teia alimentar, um mesmo organismo enquadra-se em diferentes níveis tróficos

O que representa melhor um ecossistema: uma cadeia ou uma teia alimentar?

Como dito anteriormente, a cadeia representa um fluxo unidirecional de energia e nutrientes, o que representa apenas parte das relações de um ecossistema. Como os organismos, muitas vezes, apresentam diferentes hábitos alimentares, as teias representam melhor um ecossistema.

Atenção: As setas que estão presentes em uma representação da cadeia alimentar servem para substituir a expressão “serve de alimento para”. Sendo assim, o correto é colocar a seta em direção ao fluxo de energia e nutrientes. Exemplo: planta → caramujo → peixe

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Em um ecossistema, ocorrem diversas relações de alimentação, como a exemplificada acima
Em um ecossistema, ocorrem diversas relações de alimentação, como a exemplificada acima
Assista às nossas videoaulas

Assuntos Relacionados