Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Histologia Animal
  4. Células do sangue

Células do sangue

As células do sangue são as hemácias e os leucócitos. As plaquetas são também componentes do sangue, porém não são células propriamente ditas.

As células do sangue são as hemácias e os leucócitos. No sangue, também observamos, suspensas no plasma, as plaquetas que na realidade não se tratam de células e sim de fragmentos celulares. Neste texto, abordaremos melhor esses três componentes do sangue.

Leia também: Doação de sangue

Células do sangue e suas características

Como dito no início do texto, as células sanguíneas são as hemácias e os leucócitos. As plaquetas são também componentes do sangue, mas não são células propriamente ditas, sendo, na realidade, fragmentos citoplasmáticos. Veja, a seguir, algumas das características principais desses componentes:

Hemácias, eritrócitos ou glóbulos vermelhos

As hemácias, também conhecidas como eritrócitos ou glóbulos vermelhos, são células encontradas em grande quantidade em nosso sangue. Em média, encontram-se de 5 a 6 milhões de hemácias a cada microlitro de sangue em nosso corpo. Essas células sanguíneas vivem em média 120 dias. Após esse período, são destruídas, principalmente no baço.

As hemácias são células com formato de disco bicôncavo.
As hemácias são células com formato de disco bicôncavo.

As hemácias apresentam formato de disco bicôncavo, não possuem núcleo quando maduras e também não apresentam mitocôndrias. Seu formato está relacionado com um aumento da sua superfície, sendo importante essa característica para a realização das trocas gasosas. Essas células são ricas em hemoglobina, um pigmento responsável por dar cor ao sangue e que também garante o transporte de oxigênio e também de gás carbônico por essa célula.

As hemácias, diferentemente dos leucócitos, não apresentam a capacidade de sair dos vasos sanguíneos. Elas, portanto, são encontradas em nosso corpo, em condições normais, sempre no interior dos vasos. Vale destacar que as hemácias são bastante flexíveis, o que auxilia na passagem pelos capilares.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Leucócitos ou glóbulos brancos

Os leucócitos, também chamados de glóbulos brancos, são células incolores relacionadas com a defesa do nosso organismo contra infecções. Em média, encontramos de 5 a 10 mil leucócitos a cada microlitro de sangue, sendo normal esse número aumentar em casos de infecção. Denomina-se de leucocitose o aumento de leucócitos no sangue e de leucopenia a presença de poucos leucócitos.

Observe os diferentes tipos de leucócitos existentes.
Observe os diferentes tipos de leucócitos existentes.

Uma característica interessante desse grupo de células é a capacidade dos leucócitos de sair do sistema cardiovascular, um processo conhecido como diapedese, e atuar no monitoramento do líquido intersticial e o sistema linfático. Os leucócitos protegem nosso corpo de diferentes formas, sendo os dois principais processos a fagocitose e a produção de anticorpos:

Observe o esquema de um leucócito realizando fagocitose.
Observe o esquema de um leucócito realizando fagocitose.

  • Fagocitose: A fagocitose é um processo em que o leucócito engloba e depois realiza a digestão intracelular do micro-organismo invasor.

  • Anticorpos: Os anticorpos são proteínas de defesa produzidas por células denominadas de plasmócitos, que são células originadas a partir da diferenciação dos linfócitos B. Os anticorpos podem agir de diferentes formas, como se ligando ao antígeno e neutralizando-o e se ligando ao antígeno e garantindo que esse seja reconhecido por células capazes de realizar a fagocitose.

Leia também: Diferenças entre antígenos e anticorpos

Os leucócitos podem ser divididos em dois grupos: os granulócitos e os agranulócitos.

  • Granulócitos: Os granulócitos são leucócitos que possuem grânulos específicos em seu citoplasma. Outra característica importante é o fato de apresentarem um núcleo com formato irregular. São granulócitos os neutrófilos, eosinófilos e os basófilos.

  • Agranulócitos: Os agranulócitos, como o nome indica, não apresentam grânulos específicos em seu citoplasma. Seu núcleo, diferentemente dos granulócitos, apresenta-se de forma mais regular. Linfócitos e monócitos são exemplos de agranulócitos.

Plaquetas ou trombócitos

Observe na imagem que a quantidade de hemácias no sangue é superior que os outros tipos celulares.
Observe na imagem que a quantidade de hemácias no sangue é superior que os outros tipos celulares.

As plaquetas, também chamadas de trombócitos, são fragmentos citoplasmáticos de megacariócitos, células grandes da medula óssea. São estruturas anucleadas, pequenas, que apresentam cerca de 2 a 3 µm de diâmetro e possuem uma forma de disco. Em média, são encontradas cerca de 250 a 400 mil plaquetas em cada microlitro de sangue em nosso corpo.

As plaquetas estão relacionadas com a coagulação sanguínea e também com a reparação dos vasos sanguíneos. Esse papel é fundamental para que a perda de sangue seja controlada. Veja a seguir algumas imagens das células do sangue no microscópio.

Observe na imagem a fotografia do sangue visto pelo microscópio. É possível observar a presença de três leucócitos no centro da foto.
Observe na imagem a fotografia do sangue visto pelo microscópio. É possível observar a presença de três leucócitos no centro da foto.

Problemas que afetam as células do sangue

  • Anemia: A anemia pode ser definida como uma condição em que se observa uma redução da quantidade de hemoglobina no sangue. A anemia pode ser resultado de diferentes processos, como ausência de alguns nutrientes e hemorragias. Entre os sintomas da anemia, podemos citar fadiga, indisposição, palidez e fraqueza.

    Vale salientar que existe um tipo específico de anemia denominado de anemia falciforme. Nesse tipo de anemia, verifica-se uma alteração na hemoglobina que acaba causando uma forma diferente à hemácia, uma forma que lembra uma foice. A hemácia com esse formato não apresenta flexibilidade e também é mais frágil que a hemácia normal. Nessas situações, o que se observa é o fluxo de sangue nos capilares mais prejudicados e lesões nos vasos sanguíneos.

  • Leucemia: A leucemia é um tipo de câncer que afeta os leucócitos. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a leucemia tem como principal característica o acúmulo de células doentes na medula óssea que substituem as células sanguíneas normais. Existem mais de 10 diferentes tipos de leucemia e a forma de tratamento depende do tipo em questão e da saúde do paciente. Entre as formas de tratamento, temos a quimioterapia e transplante de medula óssea.

Leia também: Alimentação durante a quimioterapia

  • Trombocitopenia: A trombocitopenia é uma condição de saúde em que se observa uma redução da quantidade de plaquetas. Pessoas que apresentam esse problema possuem uma maior quantidade de sangramentos e também podem surgir manchas roxas com mais facilidade no corpo.

Resumo das células do sangue

Observe a seguir um quadro com algumas funções e características principais dos componentes celulares do sangue:

Componentes celulares

Quantidade por microlitro de sangue

Função no organismo humano

Hemácias, eritrócitos ou glóbulos vermelhos

5.000.000 – 6.000.000

As hemácias são células de formato de disco bicôncavo ricas em hemoglobina. As hemácias são responsáveis, principalmente, pelo transporte de oxigênio pelo organismo.

Leucócitos ou glóbulos brancos

5.000 – 10.000

Os leucócitos são células relacionadas com a proteção do nosso organismo. Existem diferentes tipos de leucócitos, cada qual atuando de uma forma para garantir a proteção do organismo. Linfócitos, neutrófilos, basófilos, monócitos e eosinófilos são tipos de leucócitos.

Plaquetas ou trombócitos

250.000 – 400.000

As plaquetas são fragmentos de células chamadas de megacariócitos. A função dessas estruturas é atuar no processo de coagulação do sangue.

No sangue, observamos a presença de hemácias, leucócitos e plaquetas suspensas no plasma.
No sangue, observamos a presença de hemácias, leucócitos e plaquetas suspensas no plasma.
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

Assuntos Relacionados