Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Gravidez
  4. Cesariana: quando recorrer a ela?

Cesariana: quando recorrer a ela?

“Você sabia que o Brasil possui o maior o índice de cesáreas do mundo?”

Geralmente, o trabalho de parto do primeiro filho dura 12 horas, diminuindo progressivamente o valor para os novos partos. A cesariana reduz ou ocorre antes desse período.

A cesárea é um tipo de parto que consiste na intervenção cirúrgica onde é feito um corte transversal de aproximadamente 10 centímetros na parte baixa do ventre da gestante, abrindo a região abdominal e, depois, a uterina. Para ser realizada, é necessário o uso de anestesia geral ou peridural. Nesta última, a mãe fica sensibilizada apenas da cintura para baixo, podendo acompanhar seu parto.

Após a cirurgia, é necessário que a gestante permaneça no hospital em um período aproximado de dois a quatro dias, em observação.

  • Quando a cesariana é indicada?

Ela é indicada, principalmente, em casos em que a criança é muito grande, quando está em uma posição desfavorável para o parto normal ou em casos de mães que não podem se submeter aos esforços exigidos para um parto normal ou são portadoras de infecções virais, como herpes genital e AIDS. Para casos em que o trabalho de parto está progredindo muito lentamente, a cesárea é também indicada.

  • Por que a maioria das mulheres opta por césareas?

Entretanto, vê-se que há muitos casos em que as mães optam por esse método cirúrgico, mesmo tendo condições de dar à luz via parto normal. Muito se deve ao medo da dor e ao receio de esse processo comprometer a vagina, o que não é verdade. Além desses fatores, a preferência do parceiro, o histórico familiar, a experiência de partos anteriores e o desejo de ligar as trompas são outros motivos que levam a uma opção por esse processo cirúrgico e que fazem com que o Brasil possua o maior o índice de cesáreas do mundo.

Partos do tipo cesárea são mais cômodos para os médicos, uma vez que não há necessidade de aguardar o início do trabalho de parto – o que significa uma “economia de tempo”, permitindo que ele realize mais de uma cirurgia dessas no intervalo de tempo que seria necessário caso o parto fosse normal.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Quais são os riscos da cesariana?


 O risco de infecções no útero ou na ferida abdominal;

→ a perda de aproximadamente o dobro de sangue que se perde no parto vaginal;

→ as agressões causadas ao organismo da mulher em razão do processo cirúrgico;

→ o risco de um nascimento prematuro;

→ agressão à criança, visto que o procedimento é, nesses casos, geralmente feito antes do trabalho de parto ser iniciado.


Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Publicado por: Mariana Araguaia de Castro Sá Lima
45% dos brasileiros nasceram de cesarianas
45% dos brasileiros nasceram de cesarianas

Assuntos Relacionados